Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Única mulher a bordo do submarino argentino desaparecido é oficial pioneira

Eliana María Krawczyk, de 35 anos, é a 'primeira submarinista' da Argentina. O ARA San Juan desapareceu com 44 tripulantes no Atlântico Sul.
G1

Única mulher no submarino militar argentino desaparecido com 44 tripulantes no Atlântico Sul, Eliana María Krawczyk, de 35 anos, é descrita pela imprensa local como primeira oficial submarinista do país e da América do Sul. Ela ocupa o cargo de chefe de armas do ARA San Juan, que perdeu contato com a terra na sexta-feira (17).

Eliana nasceu em Oberá, na província de Misiones, no nordeste da Argentina, e só conheceu o mar aos 21 anos de idade, destaca o perfil do jornal "Clarín". Após se formar no ensino médio, ela se matriculou na Universidade de Misiones para fazer faculdade de Engenharia Industrial.

Duas tragédias familiares levaram Eliana a desistir do curso: a morte de um irmão, em um acidente de trânsito, e a morte da mãe, em decorrência de um problema cardíaco.

Em um perfil publicado em 2015 na revista "Viva", que …

Marinha Russa atinge todos os alvos em treinamento no Mar de Barents

O chefe do serviço de imprensa da Frota do Norte, capitão Vadim Serga, informou nesta sexta-feira (18) que os exercícios da Marinha da Rússia contra ameaças aéreas no Mar de Barents foram um completo sucesso. Dois destroieres participaram do treinamento, o Almirante Ushakov e o Vice-Almirante Kulakov.


Sputnik

“Foram usados nos exercícios de combate o grupo de armas do canhão automático AK-130 do Almirante Ushakov e no AK-100 instalado no Vice-Almirante Kulakov, além do AK-630, de artilharia antiaérea, com pequeno calibre, de ambos os navios”, explicou o oficial.


Destroier russo Vice-Almirante Kulakov.
Vice-Almirante Kulakov © Foto: Serviço de Imprensa da Frota do Norte

Os exercícios envolvendo navios de guerra e submarinos começaram no noroeste da Rússia na segunda-feira (14) e também contaram com submarinos nucleares e movidos a diesel, unidades de mísseis e artilharia costeira, forças da aviação naval da Frota do Norte e assistência logística. Vadim Serga acrescentou que todos os mísseis de cruzeiro Progress (SS-N-3 Shaddock, na classificação da OTAN), usados como alvos, foram atingidos com sucesso pela artilharia naval.

Quatorze navios de guerra, submarinos e quatro 10 embarcações de apoio estão participando das manobras, enquanto a aviação naval da Frota do Norte realizará 20 missões usando quatro tipos de aeronaves. O treinamento continuará até ao fim da semana.


Postar um comentário