Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Pyongyang: 3 porta-aviões perto da Coreia do Norte são uma ameaça de guerra nuclear

A ONU "fecha os olhos aos exercícios de guerra nuclear dos EUA, que estão empenhados em causar um desastre catastrófico para a humanidade", declarou o embaixador norte-coreano na ONU, Ja Song-nam.
Sputnik

As autoridades norte-coreanas classificaram na segunda (13) o deslocamento sem precedentes de 3 grupos de porta-aviões dos EUA para a zona da península da Coreia como uma "postura de ataque".


O representante norte-coreano permanente na ONU, Ja Song-nam, expressou em uma carta enviada ao secretário-geral da ONU o descontentamento do seu governo com os exercícios militares de Seul, Tóquio e Washington. Estes, segundo o diplomata, estão criando "a pior situação para a península da Coreia e seus arredores".

"Os EUA são os principais responsáveis por escalar as tensões e comprometer a paz", declarou Ja Song-nam.

Além da presença de 3 porta-aviões estadunidenses (Nimitz, Ronald Reagan e Theodore Roosevelt), Washington continua realizando voos de bombarde…

MORRE GENERAL BRASILEIRO COMANDANTE DA FORÇA DE PAZ NO HAITI

JABORANDY SOFREU ENFARTE EM VOO A CAMINHO DE MANAUS


Diário do Poder

O comandante da Força de Paz no Haiti, general José Luiz Jaborandy Júnior, de 57 anos, morreu após passar mal durante voo entre Miami (EUA) e Manaus na noite deste domingo, quando seguia para o Brasil para dias de descanso com a família. A provável causa da morte foi um enfarte.


GENERAL SOFREU UM INFARTO DENTRO DO AVIÃO QUE SAIU DE MIAMI À CAMINHO DE MANAUS FOTO: MARCELLO CASAL/ ABR

O general recebeu os primeiros atendimentos ainda a bordo, assim que começou a passar mal no avião, com menos de uma hora de voo. A aeronave retornou a Miami e ele seguiu para um hospital na cidade norte-americana, onde foi constatado o óbito.

O Exército confirmou a morte do general e informou que o corpo dele está sob jurisdição do IML americano. Ainda não há uma data definida para a sua liberação. O enterro do general Jaborandy será em Maceió, também sem data prevista para ser realizado.

O militar estava no comando da missão de paz no Haiti desde março do ano passado. Antes, ele ocupava o cargo de chefe do Estado Maior do Comando Militar da Amazônia. Quando estava deixando o posto de Manaus, para assumir a chefia da 8ª Região Militar, em Belém, seu nome foi escolhido para seguir para Porto Príncipe, capital do Haiti. Ele estava indo para Manaus, onde a família continua morando, para os dias de descanso da missão.

Este é o segundo general brasileiro que morre durante o período em que está à frente da missão de paz. As condições das mortes, no entanto, foram completamente diferentes e em nenhum dos dois casos têm relação com a situação do Haiti. Em janeiro de 2006, o general Urano Teixeira Bacelar foi encontrado morto no quarto do hotel em que morava em Porto Príncipe, com um tiro provocado pela sua própria arma de fogo. A morte do general Bacelar foi tratada como suicídio. (AE)

Postar um comentário