Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA confirmam linha estratégica de 'desmembramento da Síria', diz analista

Os EUA declararam que não querem restaurar as regiões na Síria que estão sob o controle de Damasco. O especialista Vladimir Fitin explica na entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik o que busca Washington.
Sputnik

Os EUA não querem ajudar na reconstrução das regiões na Síria que ficam sob o controle do presidente sírio Bashar Assad, declarou um alto funcionário dos EUA após o primeiro dia do encontro dos ministros das Relações Exteriores do G7.


Em janeiro, o Departamento de Estado dos EUA afirmou que Washington não iria ajudar a Rússia, o Irã e Damasco oficial na restauração do país, enquanto a "transformação política" da Síria não se realizasse. Segundo declarou o assistente adjunto do secretário de Estado dos EUA para o Médio Oriente, David Satterfield, a condição da ajuda é a reforma constitucional e eleições sob os auspícios da ONU.

O analista do Instituto dos Estudos Estratégicos da Rússia, Vladimir Fitin, na entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik comentou a decla…

MORRE GENERAL BRASILEIRO COMANDANTE DA FORÇA DE PAZ NO HAITI

JABORANDY SOFREU ENFARTE EM VOO A CAMINHO DE MANAUS


Diário do Poder

O comandante da Força de Paz no Haiti, general José Luiz Jaborandy Júnior, de 57 anos, morreu após passar mal durante voo entre Miami (EUA) e Manaus na noite deste domingo, quando seguia para o Brasil para dias de descanso com a família. A provável causa da morte foi um enfarte.


GENERAL SOFREU UM INFARTO DENTRO DO AVIÃO QUE SAIU DE MIAMI À CAMINHO DE MANAUS FOTO: MARCELLO CASAL/ ABR

O general recebeu os primeiros atendimentos ainda a bordo, assim que começou a passar mal no avião, com menos de uma hora de voo. A aeronave retornou a Miami e ele seguiu para um hospital na cidade norte-americana, onde foi constatado o óbito.

O Exército confirmou a morte do general e informou que o corpo dele está sob jurisdição do IML americano. Ainda não há uma data definida para a sua liberação. O enterro do general Jaborandy será em Maceió, também sem data prevista para ser realizado.

O militar estava no comando da missão de paz no Haiti desde março do ano passado. Antes, ele ocupava o cargo de chefe do Estado Maior do Comando Militar da Amazônia. Quando estava deixando o posto de Manaus, para assumir a chefia da 8ª Região Militar, em Belém, seu nome foi escolhido para seguir para Porto Príncipe, capital do Haiti. Ele estava indo para Manaus, onde a família continua morando, para os dias de descanso da missão.

Este é o segundo general brasileiro que morre durante o período em que está à frente da missão de paz. As condições das mortes, no entanto, foram completamente diferentes e em nenhum dos dois casos têm relação com a situação do Haiti. Em janeiro de 2006, o general Urano Teixeira Bacelar foi encontrado morto no quarto do hotel em que morava em Porto Príncipe, com um tiro provocado pela sua própria arma de fogo. A morte do general Bacelar foi tratada como suicídio. (AE)

Postar um comentário