Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

VÍDEO mostra fragata norueguesa afundando, tendo colidido após manobras da OTAN

A mídia divulgou novos vídeo e fotos da fragata norueguesa KMN Helge Ingstad, que colidiu com o navio petroleiro Sola TS junto à costa norueguesa em circunstâncias desconhecidas ao regressar das manobras da OTAN.
Sputnik

A fragata ficou com um grande rombo a estibordo atravessando a linha de água, sete marinheiros ficaram feridos. A tripulação abandonou o navio acidentado, que depois foi rebocado para águas menos profundas para evitar seu afundamento total.


Uns dias após o acidente (8), a fragata continua parcialmente acima da superfície da água, mas está completamente assente no fundo. Mais de 10 toneladas de combustível para helicópteros vazou para o mar.

Até o momento, não há nenhumas informações sobre o estado do armamento a bordo, incluindo mísseis de cruzeiro e antiaéreos, torpedos e artilharia.

O petroleiro Sola TS, por sua parte, não sofreu nenhum dano durante a colisão.

As razões do incidente estão sendo investigadas. Entre as possíveis causas estão a navegação da fragata em reg…

Nicolas Sarkozy: Nova Guerra Fria com a Rússia é um erro grave

O ex-presidente da França, Nicolas Sarkozy, afirmou em entrevista ao Le Figaro na quarta-feira (9) que o mundo precisa da Rússia para acabar com a guerra civil na Síria e expulsar o Estado Islâmico. Ele também conclamou o Ocidente a não iniciar uma nova Guerra Fria.


Sputnik

“Preparar o terreno para uma nova Guerra Fria com a Rússia é um erro grave. Precisamos da Rússia para acabar com o conflito na Síria e na nossa luta contra Estado Islâmico… A Rússia deve voltar ao G8 e levantar a proibição de importação de carne, enquanto que a Europa precisa reiniciar o diálogo mutuamente benéfico com Moscou”, disse Sarkozy.


Nicolas Sarkozy
Nicolas Sarkozy © Sputnik/ Ekaterina Chesnokova

Os EUA, a União Europeia e os seus aliados impuseram várias rodadas de sanções econômicas, financeiras e tecnológicas sobre a Rússia sobre sua suposta intromissão nos assuntos internos da Ucrânia. A Rússia tem repetidamente negado as afirmações e respondeu às restrições com a proibição de importação de alimentos.

Em outubro, segundo o Palácio Eliseu, os líderes de França, Alemanha, Ucrânia e Rússia se encontrarão em Paris para debater a questão ucraniana.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas