Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

ONG: EUA mobiliza terroristas no sul da Síria para atacar Ghouta Oriental

Os militares norte-americanos estão mobilizando combatentes de diversos grupos armados com objetivo de atacar os subúrbios orientais de Damasco, disse à Sputnik o chefe da rede de direitos humanos na Síria, Ahmad Kazem.
Sputnik

"Neste momento os EUA estão juntando os combatentes do Daesh e outros grupos, inclusive os de Idlib, e tenta os transferir para At-Tanf e depois para Ghouta Oriental (subúrbio de Damasco), com objetivo de se contrapor ao exército sírio, que pretende liberar a região dos terroristas", disse Kazem. 


Segundo o defensor dos direitos humanos, os financiadores da Arábia Saudita ordenaram que os terroristas já localizados em Guta Oriental empreendam o máximo dos esforços para resistir às tropas de Damasco.

"Eles continuarão a atacar Damasco de forma caótica com seus morteiros", acrescentou o entrevistado.

Os terroristas, que tomaram o subúrbio oriental de Damasco, continuam a disparar contra os bairros centrais e residenciais da capital síria. Nesta qui…

Polônia receberá mísseis americanos para caças F-16

A Força Aérea polonesa receberá mísseis ar-terra de longo alcance no âmbito de um contrato com os EUA, segundo representantes da Lockheed Martin.


Sputnik

A Lockheed Martin é empresa norte-americana fabricante de produtos aeroespaciais. É a maior produtora de equipamentos militares do mundo.




"A Lockheed Martin recebeu um contrato da Força Aérea dos EUA, no quadro do programa Foreign Military Sales, para fornecer mísseis ar-terra de longo alcance (JASSM) para a frota de F-16 da Força Aérea polonesa", se diz no comunicado.


O Foreign Military Sales é um programa do Departamento da Defesa norte-americano que visa facilitar a venda de armas, equipamentos de defesa e treinamentos militares a governos estrangeiros.

A Polónia irá se tornar a terceira nação a receber os mísseis, depois da Austrália e da Finlândia, de acordo com a Lockheed Martin.

A empresa irá fornecer à Força Aérea polonesa não apenas mísseis, mas também hardware, software e documentação, informa o comunicado.

"O JASSM fornece a Polónia com flexibilidade operacional, fiabilidade e eficácia da missão, para satisfazer as suas necessidades de defesa nacional", disse Joe Garland, vice-presidente da Lockheed Martin Missiles and Fire Control.

Até hoje, a Lockheed Martin já produziu mais de 1700 mísseis de cruzeiro JASSM para os caças F-16, que estão entre os aviões de combate da Força Aérea dos EUA mais antigos e frequentemente usados.

O JASSM é um míssil projetado para destruir alvos bem defendidos, pode ser integrado em vários tipos de aeronaves militares, de acordo com a Lockheed Martin.

Postar um comentário