Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares dos EUA prometem responder a possível ataque turco contra cidade síria de Manbij

Os militares norte-americanos prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade síria de Manbij à luz de uma possível operação turca na área, afirmou o comandante do Conselho Militar de Manbij, que faz parte das Forças Democráticas da Síria (FDS), Ebu Adil.
Sputnik

Em entrevista à Sputnik Turquia, Ebu Adil comentou a resposta dos EUA às preocupações expressas pelos representantes do Conselho Militar de Manbij devido a um possível ataque contra a cidade síria por parte de Ancara.


"Há dois anos, em conjunto com as forças da coalizão liderada pelos EUA, nós limpamos Manbij do Daesh [organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países]. Desde então, na cidade se encontram forças da coalizão. Algum tempo atrás, nós falamos com os militares norte-americanos sobre um possível ataque da Turquia contra Manbij. Os militares dos EUA prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade, de onde quer que ele provenha", afirmou o comandante do conselho.

Além disso, ele …

Aviação russa atacou 49 instalações do Estado Islâmico nas últimas 24 horas

A aviação russa fez 33 voos de combate alvejando 49 instalações do Estado Islâmico nas últimas 24 horas.


Sputnik

Segundo o porta-voz do Ministério da Defesa da Rússia, major-general Igor Konashenkov, os golpes foram aplicados nas províncias de Aleppo, Damasco, Idlib, Latakia e Hama.


Su-25 russo prepara-se para o voo
Sukhoi Su-25 © Sputnik/ Dmitriy Vinogradov

De acordo com Konashenkov, dois centros de comando, três armazéns de munições, dois búnkers subterrâneos, 32 posições de combate, nove posições de fogo fortificadas e uma fábrica de material bélico foram destruídos.

Além disso, os aviões russos destruíram um centro de comando de outro grupo terrorista, Frente al-Nusra, disse Konashenkov. Este alvo foi atingido por um drone russo.

O porta-voz do ministério disse também que os militantes do Estado Islâmico estão fugindo da região de Damasco, temendo golpes aéreos russos.



Postar um comentário