Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin passa para Trump a responsabilidade de resolver conflito na Síria

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, passou a bola para que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, seja o responsável por resolver o conflito na Síria.
EFE

Helsinque - Em entrevista coletiva conjunta realizada nesta segunda-feira, em Helsinque, após a primeira cúpula entre os dois líderes, Putin também deu para Trump uma bola oficial da Copa do Mundo.

"No que se refere ao fato de a bola da Síria estar no nosso telhado, senhor presidente, o senhor acaba de dizer que organizamos com sucesso o Mundial de Futebol. Portanto, quero agora entregar esta bola. Agora, a bola está do seu lado", disse Putin.

O presidente russo fazia uma referência a uma frase do secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, que havia afirmado que a bola para resolver o conflito na Síria estava no telhado do Kremlin.

Trump agradeceu pelo presente e disse estar confiante de que EUA, México e Canadá organizarão em 2026 uma Copa do Mundo tão bem-sucedida como a da Rússia.

Na sequência, o presidente americ…

Aviação russa atacou 49 instalações do Estado Islâmico nas últimas 24 horas

A aviação russa fez 33 voos de combate alvejando 49 instalações do Estado Islâmico nas últimas 24 horas.


Sputnik

Segundo o porta-voz do Ministério da Defesa da Rússia, major-general Igor Konashenkov, os golpes foram aplicados nas províncias de Aleppo, Damasco, Idlib, Latakia e Hama.


Su-25 russo prepara-se para o voo
Sukhoi Su-25 © Sputnik/ Dmitriy Vinogradov

De acordo com Konashenkov, dois centros de comando, três armazéns de munições, dois búnkers subterrâneos, 32 posições de combate, nove posições de fogo fortificadas e uma fábrica de material bélico foram destruídos.

Além disso, os aviões russos destruíram um centro de comando de outro grupo terrorista, Frente al-Nusra, disse Konashenkov. Este alvo foi atingido por um drone russo.

O porta-voz do ministério disse também que os militantes do Estado Islâmico estão fugindo da região de Damasco, temendo golpes aéreos russos.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas