Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

ONG: EUA mobiliza terroristas no sul da Síria para atacar Ghouta Oriental

Os militares norte-americanos estão mobilizando combatentes de diversos grupos armados com objetivo de atacar os subúrbios orientais de Damasco, disse à Sputnik o chefe da rede de direitos humanos na Síria, Ahmad Kazem.
Sputnik

"Neste momento os EUA estão juntando os combatentes do Daesh e outros grupos, inclusive os de Idlib, e tenta os transferir para At-Tanf e depois para Ghouta Oriental (subúrbio de Damasco), com objetivo de se contrapor ao exército sírio, que pretende liberar a região dos terroristas", disse Kazem. 


Segundo o defensor dos direitos humanos, os financiadores da Arábia Saudita ordenaram que os terroristas já localizados em Guta Oriental empreendam o máximo dos esforços para resistir às tropas de Damasco.

"Eles continuarão a atacar Damasco de forma caótica com seus morteiros", acrescentou o entrevistado.

Os terroristas, que tomaram o subúrbio oriental de Damasco, continuam a disparar contra os bairros centrais e residenciais da capital síria. Nesta qui…

Aviões russos destroem quartel-general do Estado Islâmico

A aviação russa destruiu um quartel-general do Estado Islâmico perto da cidade de Palmira, eliminando até 40 terroristas.


Sputnik

Segundo uma fonte militar síria contatada pela Sputnik, o centro de comando destruído estava situado a 28 km de Palmira, na cidade de as-Sukhnah.


Golpes aéreos russos na Síria
© Ministério da Defesa da Rússia

"O bombardeio preciso foi levado a cabo nas cercanias de as-Sukhnah. Um centro de comando do Estado Islâmico foi destruído, junto com várias vans e veículos blindados estacionados. Cerca de 35-40 militantes foram mortos", disse a fonte.

A cidade de Palmira possui uma história de dois mil anos e é reconhecida pela UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) como Patrimônio Mundial da Humanidade.

A Rússia enviou um regimento da sua Força Aérea à Síria em 30 de setembro, após o parlamento russo aprovar o projeto presidencial de enviar ajuda militar russa à Síria. Tal decisão foi tomada pelas autoridades russas como a resposta a um pedido oficial de Damasco, cujo direito de participar do combate contra os terroristas que assolam o seu território não foi reconhecido pelos EUA.


Postar um comentário