Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Turquia não considera Patriot como alternativa ao S-400, diz parlamentar turco

Washington está negociando com Ancara quanto à possibilidade de fornecimento dos sistemas de defesa antiaérea norte-americanos Patriot no lugar dos S-400 russos, escreveu a revista turca Sabah, citando a assessora do Secretário de Estado dos EUA em questões políticas, Tina Kaidanow.
Sputnik

Kaidanow relevou que o Departamento do Estado está negociando com a Turquia para "tentar dar a entender aos turcos o que se pode fazer em relação aos Patriot".

"Estamos preocupados que a compra dos sistemas russos de defesa antiaérea seja uma espécie de apoio para a Rússia que, pelo que vimos, não se comporta bem em várias partes do mundo, inclusive na Europa", afirmou a assessora, citada pela edição turca.

Um representante do Ministério das Relações Exteriores turco, que pediu anonimato, comentou à Sputnik Turquia sobre a situação quanto às compras dos S-400 por Ancara, bem como quanto ao diálogo com os EUA.
"A nossa postura em relação aos S-400 foi reiterada por diversas vezes…

Catar não descarta realizar invasão militar na Síria

O ministro de Relações Exteriores do Catar, Khalid al Attiyah, não exclui a possibilidade de seu país invadir militarmente a Síria.


Sputnik

"Junto com nossos irmãos sauditas e a Turquia, não descartamos nenhuma hipótese na hora de defender a população síria", afirmou em uma entrevista à rede CNN Arabic.


Soldados do Catar
Militares do Catar © flickr.com/ Samrah Shahid

Ao responder a pergunta sobre a opção militar, o ministro apontou que ela é possível "se for necessário para defender os sírios de um regime cruel." Há "várias maneiras" de realizar essa opção, completou o ministro, sem dar detalhes.

Al Attiyah também declarou que o Catar continua apoiando o grupo Ahrar al Sham, já que não o considera extremista, mas sim parte de uma "oposição moderada."

Desde março de 2011, a Síria vive um conflito armado que já deixou mais de 250 mil mortos, segundo estimativas da ONU. O governo do país luta contra diferentes facções e militantes de oposição como o grupo terrorista Estado Islâmico.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas