Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Troféus de guerra: tecnologias militares desviadas nos últimos 20 anos

A espionagem na indústria militar é uma das formas mais eficazes de obter a tecnologia que não se possui. Na guerra invisível conduzida pelos serviços secretos todos os meios são usados.
Sputnik

A Sputnik conta sobre as tecnologias das quais, em vários momentos, os governos conseguiram se apropriar. 

Drone desaparecido

Em 4 de dezembro de 2011, o mais novo drone stealth norte-americano RQ-170 Sentinel desapareceu no oeste do Afeganistão. Segundo o Pentágono, alguém "cortou" o canal de comunicação entre o drone e o operador. Cinco dias depois, um veículo aéreo não tripulado com características de design semelhantes foi apresentado na televisão iraniana. Ainda não se sabe exatamente como o controle do drone foi interceptado. Especialistas acreditam que isso não poderia ter acontecido sem um moderno sistema de guerra eletrônica entregue ao Irã pela Rússia ou China. Não há informações oficiais sobre esse assunto.

O ex-presidente dos EUA, Barack Obama, apelou às autoridades da Repúbl…

Corpos decapitados pelo grupo Estado Islâmico são encontrados na Turquia

Um jovem ativista sírio contrário ao grupo jihadista Estado Islâmico (EI) e um amigo dele foram encontrados nesta sexta-feira (30) decapitados em uma casa do sul da Turquia. O anúncio foi feito pelo grupo "Raqa é massacrada em silêncio".


RFI

"Encontraram decapitados esta manhã o ativista Ibrahim Abdelkader e seu amigo Fares Hamadi, na residência deste último em Urfa", disse Abu Mohamad, um dos fundadores do grupo, que registra os abusos nas áreas controladas pelo EI na Síria.

Jihadista do grupo Estado Islâmico na cidade de Raqa.
Jihadista do grupo Estado Islâmico na cidade de Raqa. AFP/STR

Em uma mensagem publicada no Facebook, Mohamad acusou o grupo extremista de ter assassinado os jovens. Ibrahim AbdelKader tinha 20 anos e seu amigo por volta de 20. Os dois eram originários de Raqa.

Conivência turca

Anteriormente, já haviam sido mortos outros membros desse grupo de ativistas na Síria, mas nunca fora do país, segundo Mohamad. A agência de notícias turca Dogan informou, por sua vez, que foram decapitados dois jornalistas sírios e que a polícia turca prendeu sete sírios.

Ativistas da oposição síria, combatentes curdos e, inclusive, seus aliados ocidentais acusam há tempos a Turquia de permitir que membros do grupo EI entrem e saiam através de seus 911 km de fronteira com a Síria.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas