Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Turquia adverte exército sírio contra entrada em Manbij

O comunicado foi divulgado poucos dias depois de pelo menos quatro soldados americanos terem sido mortos em um atentado suicida na cidade de Manbij, no norte da Síria, cuja responsabilidade foi assumida pelo Daesh (grupo terrorista proibido em Rússia e em vários outros países).
Sputnik

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores turco, Hami Aksoy, alertou as Forças Armadas do governo sírio para que não tentassem entrar na cidade de Manbij, localizada no norte da Síria.


"Às Unidades de Proteção Popular curdas na Síria (YPG) não deveria ser permitido deixar que as forças do regime [do presidente sírio Bashar Assad] entrem em Manbij", disse Aksoy em uma entrevista coletiva na sexta-feira (18). Ele também destacou que "a retirada das tropas norte-americanas da Síria não deveria ajudar os terroristas das YPG e do Partido de União Democrática curdo (PYD)".

As declarações foram feitas depois que nesta quarta-feira (16) na cidade síria de Manbij ocorreu uma explosão em u…

Em Moscou, Assad agradece apoio à unidade da Síria

Durante visita a Moscou, o presidente sírio Bashar al-Assad falou ao líder russo Vladímir Pútin sobre os planos das tropas do governo e expressou gratidão pela ajuda prestada.


EKATERINA SINELSCHIKOVA | GAZETA RUSSA

O presidente sírio, Bashar al-Assad, esteve em Moscou na tarde de terça-feira (20) para conversar com seu homólogo russo, Vladímir Pútin, sobre a situação na Síria e os planos futuros. Autoridades da mais alta esfera governativa da Rússia estiverem presentes no encontro.


Assad (esq.) e Pútin durante recente encontro no Kremlin Foto:TASS

Em uma declaração à parte, Assad agradeceu ao povo russo pelo apoio prestado. “Antes de tudo, gostaria de expressar a minha gratidão a toda a liderança da Rússia e ao povo russo pela ajuda que têm prestado à Síria”, disse.

“Obrigado por serem a favor da unidade da Síria e sua independência. O mais importante é que tudo isso é feito respeitando o direito internacional”, acrescentou.

Ainda segundo o presidente sírio, os acontecimentos no país só não seguiram um cenário ainda mais trágico graças às medidas políticas tomadas pela Rússia.



Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas