Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares dos EUA prometem responder a possível ataque turco contra cidade síria de Manbij

Os militares norte-americanos prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade síria de Manbij à luz de uma possível operação turca na área, afirmou o comandante do Conselho Militar de Manbij, que faz parte das Forças Democráticas da Síria (FDS), Ebu Adil.
Sputnik

Em entrevista à Sputnik Turquia, Ebu Adil comentou a resposta dos EUA às preocupações expressas pelos representantes do Conselho Militar de Manbij devido a um possível ataque contra a cidade síria por parte de Ancara.


"Há dois anos, em conjunto com as forças da coalizão liderada pelos EUA, nós limpamos Manbij do Daesh [organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países]. Desde então, na cidade se encontram forças da coalizão. Algum tempo atrás, nós falamos com os militares norte-americanos sobre um possível ataque da Turquia contra Manbij. Os militares dos EUA prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade, de onde quer que ele provenha", afirmou o comandante do conselho.

Além disso, ele …

EUA e Rússia discutem possibilidade de coordenar ações na Síria

O Ministro de Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov, e o secretário de Estado americano, John Kerry, conversaram por telefone nesta quinta-feira sobre a coordenação de esforços para estabilizar a situação na Síria e a implementação dos acordos de Minsk no leste da Ucrânia, informou o Ministério da Defesa russo.


Sputnik


O chanceler russo Sergei Lavrov e o secretário de Estado norte-americano John Kerry, Sochi, 12 de maio de 2015
Serguei Lavrov e John Kerry © REUTERS/ Joshua Roberts

De acordo com um comunicado publicado no site do ministério, Lavrov e Kerry continuaram a discutir maneiras de solucionar a crise na Síria, inclusive com a possibilidade da coordenação de esforços na luta contra os militantes do Estado Islâmico.

"As partes também discutiram a implementação dos acordos de Minsk, de 12 de fevereiro, sobre a Ucrânia no contexto da cúpula do Quarteto da Normandia, realizada no dia 2 de outubro, em Paris, bem como alguns assuntos da agenda bilateral", diz o comunicado.


Postar um comentário