Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

TOA - MPF quer que Exército consulte indígenas antes de instalar microcentral hidrelétrica no Tumucumaque

Comunidades indígenas têm direito à consulta prévia, livre e informada sempre que empreendimentos afetem seu território
MPF | DefesaNet

O Ministério Público Federal (MPF) pediu à Justiça que determine à União, na figura do Exército Brasileiro, não instalar microcentral hidrelétrica na terra indígena do Parque do Tumucumaque (AP), até que sejam atendidos todos os requisitos constitucionais para a exploração de recursos hídricos em terra indígena. Além disso, há também a necessidade de avaliação dos impactos socioambientais do empreendimento, bem como a consulta livre, prévia e informada aos indígenas. A ação foi protocolada em 11 de outubro.

A microcentral tem o objetivo de fornecer energia elétrica para propiciar autonomia ao pelotão, composto por 45 militares, localizado na faixa de fronteira entre Brasil e Suriname, no parque do Tumucumaque. Atualmente, os militares contam apenas com oito horas diárias de energia elétrica, dependendo integralmente de geradores a diesel, óleo cujo trans…

Forças iraquianas avançam com apoio de aviões dos EUA

Iraquianos reconquistaram várias zonas perto de Ramadi.
Cerca 2.000 soldados participaram das ações.


France Presse

Forças iraquianas apoiadas por aviões da coalizão liderada pelos Estados Unidos reconquistaram várias zonas perto de Ramadi, ao norte e a oeste desta cidade no poder dos jihadistas da organização Estado Islâmico (EI) desde maio, indicaram fontes oficiais.



Uma operação na qual participaram 2.000 soldados permitiu reconquistar, entre outras, as zonas de Zankura, Albu Jleib e Al Adnaniyah, indicou um general de brigada.

"As forças de segurança iraquianas também o controle da principal estrada situada a oeste de Ramadi e agora a estão usando para apoiar as forças posicionadas para libertar Ramadi", explicou, por sua parte, à AFP Adhal Fahdawi, um membro do conselho provincial.

"O apoio aéreo da coalizão teve um papel neste progresso", acrescentou.

A perda desta capital provincial foi um revés importante para as forças armadas iraquianas desde que o EI conquistou extensas zonas do Iraque graças a uma ofensiva lançada em junho de 2014.

Desde então, com a ajuda de uma coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos, que bombardeia posição jihadistas no Iraque, os militares conseguiram recuperar terreno.

Mas a maioria da província de Al Anbar, fronteira com a Síria, onde o EI está presente, continua na mão dos insurgentes.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas