Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

O que acontece quando desaparece um submarino como o argentino ARA San Juan

As autoridades argentinas continuam com as buscas para tentar localizar o submarino ARA San Juan, que estava em uma missão de treinamento e desapareceu na última quarta com 44 tripulantes a bordo.
BBC Brasil


A Marinha argentina revelou que, no último contato, o subcomandante afirmou que a embarcação apresentava um curto-circuito no sistema de baterias.


O submarino fazia o trajeto entre o Ushuaia, no sul do país, e a base naval de Mar del Plata, mais ao norte, quando deixou de se comunicar e sumiu dos radares. Segundo a Marinha, a tripulação teria comida e oxigênio para mais dois dias.

O governo argentino conta com a ajuda de vários países para realizar as buscas, incluindo Brasil e Estados Unidos.

Mas quais são principais dificuldades em uma operação para localizar um submarino? A BBC tenta responder a esta e a outras perguntas sobre o tema.

Por que submarinos não podem ser detectados?


Os submarinos são construídos para serem difíceis de se encontrar. O papel deles é participar, com frequênc…

Há suspeitas de EUA fornecerem armas e alimentos a extremistas (vídeo)

No Twitter apareceu um vídeo que supostamente mostra caixas de abastecimento e pára-quedas que os EUA entregavam a militantes do Estado Islâmico (EI), enquanto estavam controlando a maior refinaria do petróleo do Iraque.


Sputnik

O vídeo causou agitação entre os iraquianos, alguns dos quais acreditam que Washington está apoiando o grupo terrorista.


Barack Obama, presidente dos Estados Unidos (EUA)
Barack Obama © AP Photo/ Gerald Herbert

A filmagem foi publicada por Hayder al-Khoei, membro associado do Programa de Oriente Médio e Norte da África da Chatham House, organização sem fins lucrativos que visa analisar as relações internacionais. O tweet intitulado "outro vídeo de que os EUA apoiam o EI.

A gravação, supostamente feita na refinaria de Baiji, mostra um homem não identificado falando em árabe. Ele pede a pessoa para filmar tudo o que vê à sua volta.

Apontando para o que parece ser um pára-quedas, ele diz que foi enviado pelos norte-americanos para o Estado Islâmico. O homem acrescenta que os americanos entreguem armas e comida para o campo de petróleo de Baiji depois de o campo ser capturado por extremistas.

A informação apresentada no vídeo não foi verificada de forma independente.

Um dos usuários do Twitter observou que fornecimento do abastecimento poderia ter sido suspenso quando as forças de segurança iraquianas estavam tentando repelir uma ofensiva do EI. Na área em torno de Baiji têm havido intensos combates entre as forças governamentais e os militantes desde dezembro de 2014.


Clique na imagem para assistir ao vídeo.


 EUA fornecem armas e alimentos ao Estado Islâmico

Postar um comentário