Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

China: 'Relatório do Pentágono distorce nossas intenções estratégicas'

A China rejeita firmemente as conclusões do relatório do Departamento de Defesa dos EUA sobre a situação militar e de segurança no país asiático, disse em comunicado o porta-voz do Ministério da Defesa chinês, Lu Kang.
Sputnik

"Em 17 de agosto, o Departamento de Defesa dos Estados Unidos divulgou o relatório sobre a situação militar e de segurança na China, interpretando mal as intenções estratégicas da China e apresentando a chamada ‘ameaça militar chinesa' […] Os militares chineses expressam sua firme oposição a esse respeito", diz a declaração.

"As alegações do relatório dos EUA são pura especulação", disse Kang, explicando que o programa de modernização do Exército chinês se destina a defender "os interesses da soberania, segurança e desenvolvimento do país" e para "providenciar a paz, estabilidade e prosperidade globais".

O porta-voz do ministério chinês também reiterou a posição firme de seu país em relação a Taiwan, que ele definiu como u…

Há suspeitas de EUA fornecerem armas e alimentos a extremistas (vídeo)

No Twitter apareceu um vídeo que supostamente mostra caixas de abastecimento e pára-quedas que os EUA entregavam a militantes do Estado Islâmico (EI), enquanto estavam controlando a maior refinaria do petróleo do Iraque.


Sputnik

O vídeo causou agitação entre os iraquianos, alguns dos quais acreditam que Washington está apoiando o grupo terrorista.


Barack Obama, presidente dos Estados Unidos (EUA)
Barack Obama © AP Photo/ Gerald Herbert

A filmagem foi publicada por Hayder al-Khoei, membro associado do Programa de Oriente Médio e Norte da África da Chatham House, organização sem fins lucrativos que visa analisar as relações internacionais. O tweet intitulado "outro vídeo de que os EUA apoiam o EI.

A gravação, supostamente feita na refinaria de Baiji, mostra um homem não identificado falando em árabe. Ele pede a pessoa para filmar tudo o que vê à sua volta.

Apontando para o que parece ser um pára-quedas, ele diz que foi enviado pelos norte-americanos para o Estado Islâmico. O homem acrescenta que os americanos entreguem armas e comida para o campo de petróleo de Baiji depois de o campo ser capturado por extremistas.

A informação apresentada no vídeo não foi verificada de forma independente.

Um dos usuários do Twitter observou que fornecimento do abastecimento poderia ter sido suspenso quando as forças de segurança iraquianas estavam tentando repelir uma ofensiva do EI. Na área em torno de Baiji têm havido intensos combates entre as forças governamentais e os militantes desde dezembro de 2014.


Clique na imagem para assistir ao vídeo.


 EUA fornecem armas e alimentos ao Estado Islâmico

Postar um comentário

Postagens mais visitadas