Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Turquia adverte exército sírio contra entrada em Manbij

O comunicado foi divulgado poucos dias depois de pelo menos quatro soldados americanos terem sido mortos em um atentado suicida na cidade de Manbij, no norte da Síria, cuja responsabilidade foi assumida pelo Daesh (grupo terrorista proibido em Rússia e em vários outros países).
Sputnik

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores turco, Hami Aksoy, alertou as Forças Armadas do governo sírio para que não tentassem entrar na cidade de Manbij, localizada no norte da Síria.


"Às Unidades de Proteção Popular curdas na Síria (YPG) não deveria ser permitido deixar que as forças do regime [do presidente sírio Bashar Assad] entrem em Manbij", disse Aksoy em uma entrevista coletiva na sexta-feira (18). Ele também destacou que "a retirada das tropas norte-americanas da Síria não deveria ajudar os terroristas das YPG e do Partido de União Democrática curdo (PYD)".

As declarações foram feitas depois que nesta quarta-feira (16) na cidade síria de Manbij ocorreu uma explosão em u…

Jato russo invade espaço aéreo turco por acidente e americanos fazem ameaças

O Ministério da Defesa da Rússia informou nesta segunda-feira que um de seus caças Sukhoi Su-30 entrou acidentalmente no espaço aéreo da Turquia no último sábado, na fronteira com a Síria, durante operações de ataque contra os jihadistas do Estado Islâmico.


Sputnik

O incidente, que durou apenas alguns segundos, não chegou a gerar mal-estar entre Moscou e Ancara. As duas partes discutiram o assunto e a Rússia apresentou garantias de que tal evento não se repetirá. Mas, em conversa com jornalistas da agência Reuters, um funcionário do governo norte-americano, que não quis ser identificado, disse não acreditar que a invasão tenha sido acidental e afirmou que os Estados Unidos "estão profundamente preocupados" com o episódio, que será objeto de discussão com outros parceiros da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN). 


Sukhoi Su-30

"Eu não acredito que tenha sido acidente", disse a fonte durante uma entrevista realizada em Madrid, na Espanha, descrevendo o evento como "uma violação da soberania de um membro da OTAN" e pedindo à Rússia que se comporte de maneira "segura e responsável".

O incidente do último sábado ocorreu na província turca de Hatay, a aproximadamente 50 km de Latakia, distrito sírio que abriga a base onde estão localizados os aviões russos. Por meio de nota oficial, o Departamento de Estado dos EUA disse que a invasão russa foi imprudente e provocativa. Apesar da agitação norte-americana, o primeiro-ministro turco, Ahmet Davutoglu, disse que o seu governo entrou em contato com o Kremlin, pelas devidas vias diplomáticas, e ficou satisfeito com as explicações russas sobre o mal-entendido e com as promessas de que a Rússia seguirá respeitando as fronteiras da Turquia.



Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas