Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Turquia acionará judicialmente os EUA, caso entregas dos F-35 sejam bloqueadas

Segundo o porta-voz do presidente turco, Ibrahim Kalin, a Turquia recorrerá a medidas jurídicas caso as entregas dos F-35 sejam bloqueadas pelos EUA.
Sputnik

Ibrahim Kalin citou para a mídia turca que "não é nada fácil rescindir este contrato, somos parte de um contrato multilateral, cumprimos com todas as exigências e pagamos, caso os EUA não cumpram, recorreremos à lei".

O Congresso americano decidiu recentemente suspender as entregas dos caças americanos de quinta geração F-35 à Turquia devido aos planos de Ancara de adquirir o sistema de defesa antiaérea russo S-400, além de ameaçá-la com sanções em diversas ocasiões, como citado em artigo da Sputnik Mundo.

O avançado sistema antiaéreo S-400 Triumph (SA-21 Growler, na classificação da OTAN) é capaz de abater alvos aéreos com tecnologia furtiva, mísseis de cruzeiro e mísseis balísticos táticos e táticos-operacionais, tem um alcance de até 400 km e pertence à geração 4+, sendo duas vezes mais eficaz que seus antecessores.

Os se…

National Interest sobre caça russo Su-34: máquina de destruição com asas

A Rússia vem empregando seus modernos caças Su-34 para atacar posições terroristas na Síria. Observador da revista The National Interest, Dave Majumdar, avaliou as características técnicas dessa avançada aeronave e encontrou nela algumas vantagens com relação ao seu mais próximo análogo norte-americano Boeing F-15.


Sputnik

O autor do artigo lembra que o Su-34 foi criado durante a última década do governo soviético, sendo uma versão modernizada do caça Su-27, e hoje é o “mais avançado caça-bombardeiro russo”.




“Su-34 foi desenvolvido principalmente como um substituto para o desatualizado Su-24. Assim como o Su-24, os assentos do Su-34 estão dispostos lado a lado. Diferente do Su-24, o Su-34 é equipado com um sistema de autodefesa “ar-ar”” – diz o artigo.

O observador acredita que uma das principais vantagens do caça russo é a sua capacidade de portar mísseis tipo “ar-ar”.

“Além dos mísseis de curto alcance R-73 para combate aéreo próximo (…), o Su-34 é equipado com mísseis guiados “ar-ar” de longo alcance P-77 com um raio de ação de 700 milhas [cerca de 1130 metros]” – diz o autor.

Majumdar conta que os sistemas de localização do caça permitem detectar ameaças vindas por trás da aeronave e notificá-las à tripulação. Outra grande vantagem, segundo ele, é que o Su-34 é dotado de um sistema eletro-óptico de controle de fogo.

O autor do artigo destacou ainda a preocupação dos engenheiros russos em garantir um conforto nada característico nesse tipo de aeronave para a tripulação.

“Na cabine, atrás do assentos dos pilotos, está previsto um espaço que permite aos membros da tripulação levantar-se e até se alongar” – diz.

“A possibilidade de usar o Su-34 e outros aviões dá à Rússia a chance de testar seus mais novos armamentos em condições práticas de guerra” – conclui o observador.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas