Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares dos EUA prometem responder a possível ataque turco contra cidade síria de Manbij

Os militares norte-americanos prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade síria de Manbij à luz de uma possível operação turca na área, afirmou o comandante do Conselho Militar de Manbij, que faz parte das Forças Democráticas da Síria (FDS), Ebu Adil.
Sputnik

Em entrevista à Sputnik Turquia, Ebu Adil comentou a resposta dos EUA às preocupações expressas pelos representantes do Conselho Militar de Manbij devido a um possível ataque contra a cidade síria por parte de Ancara.


"Há dois anos, em conjunto com as forças da coalizão liderada pelos EUA, nós limpamos Manbij do Daesh [organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países]. Desde então, na cidade se encontram forças da coalizão. Algum tempo atrás, nós falamos com os militares norte-americanos sobre um possível ataque da Turquia contra Manbij. Os militares dos EUA prometeram responder a qualquer ataque contra a cidade, de onde quer que ele provenha", afirmou o comandante do conselho.

Além disso, ele …

Queda de F/A-18 Hornet dos Marines na Inglaterra mata piloto

Poder Aéreo

Um caça F/A-18 Hornet pertencente ao USMC (US Marine Corps) em rota de Bahrain para os EUA caiu nesta quarta-feira em terras agrícolas no leste da Inglaterra, matando o piloto, informaram a polícia britânica e fontes militares americanas.




O avião havia decolado da base RAF Lakenheath em Suffolk – uma base dos EUA – e caiu perto da cidade de Ely, Cambridgeshire, disse a polícia em um comunicado.

O jato era um F/A-18C e pertencia ao Esquadrão 232, de acordo com a Marine Corps Air Station Miramar, na Califórnia. Em comunicado, o Corpo de Fuzileiros Navais confirmou a morte de piloto do avião. Não se sabe se ele ejetou da aeronave.

O caça estava transitando de Bahrein para Miramar em um voo de seis aeronaves, quando caiu cerca de seis milhas a noroeste da pista. Os cinco restantes F/A-18C desviaram com segurança para a base RAF Lossiemouth.

A Guarda Costeira do Reino Unido está atualmente na cena do local do acidente e está em estreita coordenação com autoridades militares dos EUA, informou o comunicado. A causa do acidente ainda é desconhecida.



Postar um comentário