Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Israel prende o governador palestino de Jerusalém

Motivo da detenção foram crimes cometidos na Cisjordânia ocupada, segundo a Organização para a Libertação da Palestina.
France Presse

Israel prendeu o governador palestino de Jerusalém por crimes que teria cometido na Cisjordânia ocupada, que não foram especificados, informou a Organização para a Libertação da Palestina (OLP).

O governador Adnan Gheith foi detido no sábado (20) à noite no bairro palestino de Beit Hanina, em Jerusalém Oriental, ocupada e anexada por Israel. Será apresentado a um tribunal dentro de quatro dias, afirma a OLP em um comunicado.

Para o dirigente da OLP Saeb Erakat, a detenção é "um novo passo contra a presença palestina em Jerusalém" e constitui uma violação da legislação israelense a respeito das instituições palestinas da cidade.

"As ameaças contra dirigentes palestinos, sua detenção, inclusive o 'sequestro' do governador Gheith, são parte de um plano que pretende sufocar todas as bases de uma solução política com dois Estados e com as f…

Rússia e EUA estão próximos de acordo sobre voos militares na Síria

A Rússia e os EUA estão próximos de um acordo sobre a presença da aviação dos dois países na Síria.


Sputnik

"Ontem, teve lugar uma nova ronda de negociações sobre um possível acordo sobre a garantia de segurança dos voos sobre a Síria russos e da coalizão liderada pelos EUA. Nós notamos que as nossas posturas estão se aproximando nos principais ítens do documento futuro", disse nesta quinta-feira (15) o porta-voz do Ministério da Defesa russo, major-general Igor Konashenkov.


Piloto de Su-25 antes de voo.
© Sputnik/ Dmitry Vinogradov

Treinamento

Além disso, o porta-voz militar ressaltou que na quarta-feira (14), começou "a primeira etapa de treinamentos para prevenir incidentes perigosos no céu sobre a República Árabe da Síria entre a Força Aeroespacial da Rússia e a Força Aérea israelense".

A segunda fase dos exercícios terá lugar mais tarde nesta quinta-feira.

Campanha russa

Nas últimas 24 horas, a aviação russa realizou 33 voos sobre a Síria, assestando golpes a objetos do Estado Islâmico nas províncias de Idlib, Hama, Damasco, Aleppo e Deir ez-Zor, precisou Konashenkov.

As Forças Aeroespaciais da Rússia destruíram um sistema de lançamento de mísseis Osa, que os militantes do Estado Islâmico (grupo terrorista proibido na Rússia e que controla grandes áreas na Síria e no Iraque) tinham capturado do exército sírio.

O militar destacou que observa-se retirada dos terrorists em várias regiões da Síria, duas semanas depois do início da campanha russa.

Em 30 de setembro, a Rússia autorizou o envio da sua Força Aeroespacial à Síria, após Damasco ter pedido ajuda militar russa no combate ao Estado Islâmico.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas