Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

ONG: EUA mobiliza terroristas no sul da Síria para atacar Ghouta Oriental

Os militares norte-americanos estão mobilizando combatentes de diversos grupos armados com objetivo de atacar os subúrbios orientais de Damasco, disse à Sputnik o chefe da rede de direitos humanos na Síria, Ahmad Kazem.
Sputnik

"Neste momento os EUA estão juntando os combatentes do Daesh e outros grupos, inclusive os de Idlib, e tenta os transferir para At-Tanf e depois para Ghouta Oriental (subúrbio de Damasco), com objetivo de se contrapor ao exército sírio, que pretende liberar a região dos terroristas", disse Kazem. 


Segundo o defensor dos direitos humanos, os financiadores da Arábia Saudita ordenaram que os terroristas já localizados em Guta Oriental empreendam o máximo dos esforços para resistir às tropas de Damasco.

"Eles continuarão a atacar Damasco de forma caótica com seus morteiros", acrescentou o entrevistado.

Os terroristas, que tomaram o subúrbio oriental de Damasco, continuam a disparar contra os bairros centrais e residenciais da capital síria. Nesta qui…

Rússia envia 20 toneladas de ajuda humanitária a Síria

Alimentos e itens de primeira necessidade foram entregues em Latakia. Avião de carga também resgatou mais de 80 estrangeiros no país.


ITAR-TASS

Na sexta-feira passada (16), a aeronave russa Ilyushin IL-76 aterrissou no aeroporto de Latakia, na Síria, portando 20 toneladas de ajuda humanitária aos locais.


Avião soviético da década de 1960 foi responsável pelo transporte de ajuda à Síria Foto:Andrêi Stenin/RIA Nôvosti

“O avião do Ministério para Situações de Emergência entregou mais de 20 toneladas de ajuda humanitária para a população síria: carne e peixe enlatados, leite, açúcar, cobertores e itens de primeira necessidade”, informou a assessoria da pasta.

O avião também buscou mais de 80 cidadãos da Rússia, da Comunidade do Estados Independentes (ex-repúblicas soviéticas) e de outros localidades que desejavam deixar a Síria devido às hostilidades.

A ajuda prestada à Síria havia sido instruída pelo governo em meio às ações no país.

Nesta segunda-feira (19), o porta-voz do Ministério da Defesa, Igor Konachenkov, anunciou que os disparos efetuados pela Rússia na últimas 24 horas atingiram 49 bases do Estado Islâmico (IS) nas cidades de Aleppo, Damasco, Idlib, Latakia e Hama.



Postar um comentário