Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Exército sírio bombardeia terroristas restantes no sul do país (VIDEO)

O exército sírio retomou os ataques de artilharia maciços contra os terroristas restantes na região de Tulul al Safa no deserto de As-Suwayda, no sul do país, depois de eles terem violado a trégua, segundo uma fonte do Exército.
Sputnik

De acordo com uma fonte que falou com a Sputnik Árabe, na terça-feira (16), o Exército sírio e os terroristas que ocupam as colinas de Tulul al Safa firmaram um acordo de cessar-fogo, segundo o qual os combatentes da Frente al-Nusra (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) se comprometeram a entregar as armas depois de serem cercados e sem saída.


Contudo, na manhã da quarta-feira (17) os terroristas atacaram as unidades do Exército sírio. Por sua vez, os soldados repeliram o ataque com êxito e contra-atacaram. Como resultado, dezenas de militantes foram mortos ou feridos. O Exército resolveu retomar os ataques maciços com peças de artilharia apoiadas do ar, tendo como objetivo eliminar as forças terroristas restantes até a épo…

Rússia explica entrada de avião no espaço aéreo turco

O porta-voz do ministério da Defesa russo, Major-General Igor Konashenkov, comentou os relatórios sobre a entrada de curta duração de um dos aviões de guerra russos no espaço aéreo no espaço aéreo turco e na Síria.


Sputnik

Segundo ele, no último sábado (3) após a conclusão do plano de vôo de combate, ao manobrar sobre as montanhas e florestas para regressar ao aeródromo "Hmeymim" o avião militar russo Su-30 entrou brevemente, por alguns segundos, no espaço aéreo turco.


Sukhoi Su-30

“Após o teste e análise de controle objetivo, o comando do grupo da aviação das forças aeroespaciais da Rússia na Síria tomou as medidas necessárias para evitar incidentes semelhantes no futuro. No domingo, 4 de outubro, o departamento militar russo enviou as explicações apropriadas ao lado turco através do aparato de adido militar da embaixada turca em Moscou”, disse Konashenkov em entrevista coletiva. 


Foi ressaltado também que durante esta segunda-feira os aviões de ataque russo e bombardeiros táticos continuaram a aplicar ataques aéreos contra alvos pontuais de infra-estrutura de comando e conjuntos de equipamentos militares do Estado Islâmico, previamente identificados no território da Síria.

O governo da Turquia afirmou nesta segunda-feira que uma aeronave militar russa teria violado seu espaço aéreo no fim de semana, e que foi interceptada próxima à fronteira com a Síria, sendo escoltada por jatos turcos.

O incidente do último sábado ocorreu na província turca de Hatay, a aproximadamente 50 km de Latakia, distrito sírio que abriga a base onde estão localizados os aviões russos. Por meio de nota oficial, o Departamento de Estado dos EUA disse que a invasão russa foi imprudente e provocativa. Apesar da agitação norte-americana, o primeiro-ministro turco, Ahmet Davutoglu, disse que o seu governo entrou em contato com o Kremlin, pelas devidas vias diplomáticas, e ficou satisfeito com as explicações russas sobre o mal-entendido e com as promessas de que a Rússia seguirá respeitando as fronteiras da Turquia.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas