Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Putin passa para Trump a responsabilidade de resolver conflito na Síria

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, passou a bola para que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, seja o responsável por resolver o conflito na Síria.
EFE

Helsinque - Em entrevista coletiva conjunta realizada nesta segunda-feira, em Helsinque, após a primeira cúpula entre os dois líderes, Putin também deu para Trump uma bola oficial da Copa do Mundo.

"No que se refere ao fato de a bola da Síria estar no nosso telhado, senhor presidente, o senhor acaba de dizer que organizamos com sucesso o Mundial de Futebol. Portanto, quero agora entregar esta bola. Agora, a bola está do seu lado", disse Putin.

O presidente russo fazia uma referência a uma frase do secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, que havia afirmado que a bola para resolver o conflito na Síria estava no telhado do Kremlin.

Trump agradeceu pelo presente e disse estar confiante de que EUA, México e Canadá organizarão em 2026 uma Copa do Mundo tão bem-sucedida como a da Rússia.

Na sequência, o presidente americ…

Rússia utiliza bombas sofisticadas para neutralizar alvos do Estado Islâmico

No decorrer da operação aérea em curso na Síria, a Rússia está usando uma série de bombas e mísseis equipados com sofisticados sistemas de orientação, de acordo com relatos da mídia.


Sputnik

Uma vasta gama de mísseis e bombas equipadas com sistemas avançados de orientação estão sendo usados atualmente pela Rússia na sua operação aérea contra os militantes do Estado Islâmico na Síria.


KAB-500OD
KAB-500 D

Durante os ataques aéreos localizados, os projéteis são lançados a partir de grandes altitudes para evitar sistemas móveis de defesa aérea.

As bombas de alta precisão normalmente usam o sistema de navegação Glonass, a alternativa russa ao GPS, para destruir alvos, enquanto os mísseis são guiados por um operador.

Kh-25ML
Kh-25 ML

As novas armas de alta precisão incluem a bomba guiada KAB, que tem duas modificações, a KAB-250 e KAB-500. A bomba KAB-250 foi projetada na década de 2000 para o caça de quinta geração PAK-FA russo. Tem uma forma distintiva oval porque a bomba está montada no interior de compartimentos do avião.

A bomba também é usada por aviões de guerra russos avançados, incluindo os bombardeiros Su-34, que estão atualmente operando na Síria. A aeronave lança essas bombas sobre alvos do EI da altitude de 5.000 metros.

Quanto aos mísseis guiados por laser usados na Síria, eles diferem na potência e têm versões guiadas por laser Kh-25L e Kh-29L.

Kh-29L
Kh-29 L

As aeronaves de ataque ao solo Su-24 e Su-25 usam bombas aéreas não guiadas na Síria, onde um sofisticado sistema ajuda os pilotos a lançar bombas com total precisão.

Além disso, bombas antibunker BETAB-500 são usadas na Síria para eliminar centros de comando do Estado Islâmico, que são bunkers subterrâneos de vários níveis de betão armado.

As bombas antibunker BETAB-500 estão equipadas com um impulsionador a jato, que permite que as bombas destruam completamente qualquer instalação subterrânea.

Além disso, estão sendo lançadas bombas aéreas OFAB-250 que são especificamente utilizadas para destruir alvos desprotegidos, incluindo depósitos de armas inimigas e campos de treinamento do Estado Islâmico.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas