Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares norte-americanos acreditam que EUA entrarão em guerra

Quase metade do Exército dos EUA está confiante de que durante o ano de 2019 seu país estará envolvido em um grave conflito armado, de acordo com o Military Times.
Sputnik

Segundo uma pesquisa recente, 46% dos participantes não duvidam que o confronto militar ocorrerá no próximo ano.


A título de comparação, em 2017, apenas 5% dos militares dos EUA esperavam um conflito armado, enquanto 50% descartaram um cenário de guerra e 4% não responderam.

Quanto aos inimigos mais prováveis, os soldados dos EUA mencionaram principalmente a Rússia e a China. Respectivamente, 72% e 69% dos entrevistados escolheram esses dois países.

Além disso, cerca de 57% estão preocupados com a presença de extremistas islâmicos nos Estados Unidos. Em particular, 48% destacaram uma possível ameaça por parte dos grupos terroristas Daesh e Al Qaeda (proibidos na Rússia e em outros países).

Rússia utiliza bombas sofisticadas para neutralizar alvos do Estado Islâmico

No decorrer da operação aérea em curso na Síria, a Rússia está usando uma série de bombas e mísseis equipados com sofisticados sistemas de orientação, de acordo com relatos da mídia.


Sputnik

Uma vasta gama de mísseis e bombas equipadas com sistemas avançados de orientação estão sendo usados atualmente pela Rússia na sua operação aérea contra os militantes do Estado Islâmico na Síria.


KAB-500OD
KAB-500 D

Durante os ataques aéreos localizados, os projéteis são lançados a partir de grandes altitudes para evitar sistemas móveis de defesa aérea.

As bombas de alta precisão normalmente usam o sistema de navegação Glonass, a alternativa russa ao GPS, para destruir alvos, enquanto os mísseis são guiados por um operador.

Kh-25ML
Kh-25 ML

As novas armas de alta precisão incluem a bomba guiada KAB, que tem duas modificações, a KAB-250 e KAB-500. A bomba KAB-250 foi projetada na década de 2000 para o caça de quinta geração PAK-FA russo. Tem uma forma distintiva oval porque a bomba está montada no interior de compartimentos do avião.

A bomba também é usada por aviões de guerra russos avançados, incluindo os bombardeiros Su-34, que estão atualmente operando na Síria. A aeronave lança essas bombas sobre alvos do EI da altitude de 5.000 metros.

Quanto aos mísseis guiados por laser usados na Síria, eles diferem na potência e têm versões guiadas por laser Kh-25L e Kh-29L.

Kh-29L
Kh-29 L

As aeronaves de ataque ao solo Su-24 e Su-25 usam bombas aéreas não guiadas na Síria, onde um sofisticado sistema ajuda os pilotos a lançar bombas com total precisão.

Além disso, bombas antibunker BETAB-500 são usadas na Síria para eliminar centros de comando do Estado Islâmico, que são bunkers subterrâneos de vários níveis de betão armado.

As bombas antibunker BETAB-500 estão equipadas com um impulsionador a jato, que permite que as bombas destruam completamente qualquer instalação subterrânea.

Além disso, estão sendo lançadas bombas aéreas OFAB-250 que são especificamente utilizadas para destruir alvos desprotegidos, incluindo depósitos de armas inimigas e campos de treinamento do Estado Islâmico.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas