Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Adeus a tecnologias 'stealth': novo radar russo pode detectar aviões furtivos

Tecnologias russas capazes de detectar aviões furtivos do inimigo podem vir a fazer parte do sistema da defesa antiaérea unida da OTSC – Organização do Tratado de Segurança Coletiva, declarou o chefe do Estado-Maior Conjunto da aliança, Anatoly Sidorov.
Sputnik

Inovações russas capazes de desativar tecnologias furtivas do inimigo podem vir a ser usadas na criação do sistema de defesa antiaérea unida da OTSC, declarou militar, citado pelo jornal Rossiyskaya Gazeta. Sidorov comentou que essas inovações seriam eficazes tanto contra aviação do inimigo como contra ataques com mísseis.



O sistema Rezonans-NE funciona graças ao princípio de reflexão ressonante de ondas de rádio da superfície de aparelhos aéreos, facilitando vigilância de aeronaves e mísseis do inimigo, explicou Aleksandr Scherbinko, vice-diretor executivo da empresa de design Rezonans.

"Este modelo pode ser de grande interesse, levando em consideração criação do sistema de defesa antiaérea unida da OTSC, cuja inauguração est…

Turquia convoca embaixadores e adverte Rússia e EUA contra apoio aos curdos na Síria

Os embaixadores John Bass, dos EUA, e Andrei Karlov, da Rússia, foram convocados na terça-feira, 13, ao ministério turco das Relações Exteriores em função da ajuda militar que, segundo Ancara, estaria sendo prestada por ambos os países a combatentes curdos na Síria.


Sputnik

"Os embaixadores foram advertidos sobre a inadmissibilidade da ajuda militar à União Democrática curda" – revelou à Sputnik um representante oficial da diplomacia turca.


Fronteira entre Turquia e Síria
© REUTERS/ Murad Sezer

O primeiro-ministro turco já havia alertado os EUA sobre o fornecimento de armamentos ao Partido da União Democrática (PYD), dos curdos, na Síria. Na opinião de Ancara, o PYD está diretamente ligado ao Partido turco dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), que em 1984 iniciou uma rebelião armada na Turquia e hoje está proibido naquele país.

Os EUA anunciaram no início desta semana terem fornecido armas às forças do PYD que lutam contra a organização terrorista do Estado Islâmico na região norte da Síria.

Anteriormente, o chefe do ministério russo para Relações Exteriores, Sergei Lavrov, havia declarado que a Rússia só fornece armamentos aos curdos, que lutam contra EI, por intermediário do governo do Iraque.

A Rússia realiza desde 30 de setembro, mediante solicitação do governo de Bashar Assad, uma operação militar de ataques aéreos contra posições do Estado Islâmico na Síria.

Em recente entrevista à Sputnik, o alto representante do Partido da União Democrática (PYD) dos curdos sírios, Sihanok Dibo, manifestou apoio à luta russa contra o Estado Islâmico e apresentou do plano concreto de cooperação com a Rússia na luta contra esta organização terrorista.


Postar um comentário