Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Exército sírio bombardeia terroristas restantes no sul do país (VIDEO)

O exército sírio retomou os ataques de artilharia maciços contra os terroristas restantes na região de Tulul al Safa no deserto de As-Suwayda, no sul do país, depois de eles terem violado a trégua, segundo uma fonte do Exército.
Sputnik

De acordo com uma fonte que falou com a Sputnik Árabe, na terça-feira (16), o Exército sírio e os terroristas que ocupam as colinas de Tulul al Safa firmaram um acordo de cessar-fogo, segundo o qual os combatentes da Frente al-Nusra (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países) se comprometeram a entregar as armas depois de serem cercados e sem saída.


Contudo, na manhã da quarta-feira (17) os terroristas atacaram as unidades do Exército sírio. Por sua vez, os soldados repeliram o ataque com êxito e contra-atacaram. Como resultado, dezenas de militantes foram mortos ou feridos. O Exército resolveu retomar os ataques maciços com peças de artilharia apoiadas do ar, tendo como objetivo eliminar as forças terroristas restantes até a épo…

Ataque à Síria com Tu-160 serviu de recado para o Ocidente também (vídeos)

Bombardeiros Tu-160 contornaram a Europa Ocidental antes do ataque à Síria



Poder Aéreo

Na madrugada do dia 19 para 20 de novembro a Força Aérea da Rússia realizou uma missão de ataque longo alcance contra alvos do Estado Islâmico na Síria.

rota dos Tu-160

Dois bombardeiros estratégicos Tu-160 Blackjack partiram da Base Aérea de Olenegorsk, na Península de Kola, por volta das 21:00h, horário local.

Ao invés de seguirem pela rota tradicional, através o Mar Cáspio e do Irã, os aviões contornaram a Europa Ocidental passando próximo ao espaço aéreo da Noruega e do Reino Unido. Seguiram sobre o Oceano Atlântico até Gibraltar e entraram no mar Mediterrâneo rumo leste até a Síria.




Durante a primeira parte do trajeto de 13.000 km os bombardeiros estratégicos russos permaneceram no espaço aéreo internacional e foram interceptados e visualmente identificados por caças Typhoon da RAF baseados em Lossiemouth.

Próximo à Síria os bombardeiros foram escoltados por caças Su-30 conforme as imagens do vídeo abaixo.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas