Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

No decorrer da operação Ramo de Oliveira será criada zona de segurança na Síria

O primeiro-ministro turco Binali Yildirim anunciou a criação, durante a operação militar turca na província síria de Afrin, de uma faixa de segurança de 30 quilômetros.
Sputnik

O premiê, citado pela emissora Haberturk, adiantou também que a operação seria efetuada em quatro etapas.


"A operação vai decorrer em 4 etapas com o objetivo de criar uma faixa de segurança de 30 quilômetros, que será limpa de terroristas", disse o político, citado pela emissora NTV.

Yildirim adiantou que até agora não há mortos ou feridos entre o contingente turco que realiza a operação.

Mais cedo, o Estado-Maior da Turquia anunciou o início da operação "Ramo de Oliveira" contra os grupos curdos na província síria de Afrin, que começou precisamente às 14h00 locais (12h00 no horário de Brasília). De acordo com a entidade militar, a operação conta com a participação de 72 aviões, enquanto 108 dos 113 alvos planejados já foram eliminados. Há poucos dias, o premiê turco, Binali Yildirim, havia avanç…

Ataque à Síria com Tu-160 serviu de recado para o Ocidente também (vídeos)

Bombardeiros Tu-160 contornaram a Europa Ocidental antes do ataque à Síria



Poder Aéreo

Na madrugada do dia 19 para 20 de novembro a Força Aérea da Rússia realizou uma missão de ataque longo alcance contra alvos do Estado Islâmico na Síria.

rota dos Tu-160

Dois bombardeiros estratégicos Tu-160 Blackjack partiram da Base Aérea de Olenegorsk, na Península de Kola, por volta das 21:00h, horário local.

Ao invés de seguirem pela rota tradicional, através o Mar Cáspio e do Irã, os aviões contornaram a Europa Ocidental passando próximo ao espaço aéreo da Noruega e do Reino Unido. Seguiram sobre o Oceano Atlântico até Gibraltar e entraram no mar Mediterrâneo rumo leste até a Síria.




Durante a primeira parte do trajeto de 13.000 km os bombardeiros estratégicos russos permaneceram no espaço aéreo internacional e foram interceptados e visualmente identificados por caças Typhoon da RAF baseados em Lossiemouth.

Próximo à Síria os bombardeiros foram escoltados por caças Su-30 conforme as imagens do vídeo abaixo.



Postar um comentário