Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

ONG: EUA mobiliza terroristas no sul da Síria para atacar Ghouta Oriental

Os militares norte-americanos estão mobilizando combatentes de diversos grupos armados com objetivo de atacar os subúrbios orientais de Damasco, disse à Sputnik o chefe da rede de direitos humanos na Síria, Ahmad Kazem.
Sputnik

"Neste momento os EUA estão juntando os combatentes do Daesh e outros grupos, inclusive os de Idlib, e tenta os transferir para At-Tanf e depois para Ghouta Oriental (subúrbio de Damasco), com objetivo de se contrapor ao exército sírio, que pretende liberar a região dos terroristas", disse Kazem. 


Segundo o defensor dos direitos humanos, os financiadores da Arábia Saudita ordenaram que os terroristas já localizados em Guta Oriental empreendam o máximo dos esforços para resistir às tropas de Damasco.

"Eles continuarão a atacar Damasco de forma caótica com seus morteiros", acrescentou o entrevistado.

Os terroristas, que tomaram o subúrbio oriental de Damasco, continuam a disparar contra os bairros centrais e residenciais da capital síria. Nesta qui…

Chefe da OTAN pede cautela após Turquia abater caça russo

O secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, pediu calma e encorajou conversas diplomáticas entre Rússia e Turquia após a Força Aérea turca derrubar um caça russo Su-24 nesta terça-feira.


Sputnik

Com as tensões em alta após o incidente em que um caça russo foi derrubado pela Força Aérea turca, o secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, pediu que todas as partes envolvidas no conflito mantenham calma.


Jens Stoltenberg

"O que estamos pedindo agora é calma. Calma e diplomacia são importantes para resolver esta questão", afirmou em entrevista coletiva em Bruxelas.

Stoltenberg também pediu conversas entre Moscou e Ancara para solucionar a situação. O secretário quer que a comunidade internacional "evite acidentes que saiam de controle."

Os presidentes de Estados Unidos e França adotaram discursos diferentes.

"É muito importante neste momento assegurar que Rússia e Turquia estejam conversando para descobrir exatamente o que aconteceu e tomar medidas para desencorajar qualquer tipo de escalada de tensão", disse Barack Obama.

Stoltenberg, contudo, insiste em afirmar que a OTAN apoia a Turquia e rejeita qualquer hipótese de que o incidente tenha ocorrido além das fronteiras turcas.

"Este evento vai além da luta contra o terrorismo… A perda de hoje é relacionada a uma punhalada nas costas, executada contra nós por cúmplices de terroristas", afirmou o presidente russo, Vladimir Putin.

A Rússia afirma que seus caças jamais entraram no espaço aéreo turco — fato confirmado pelo comando de defesa aérea da Síria — e conduziam operações legítimas na Síria, onde Moscou vem realizando ataques aéreos contra o Estado Islâmico.


Postar um comentário