Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Militares norte-americanos acreditam que EUA entrarão em guerra

Quase metade do Exército dos EUA está confiante de que durante o ano de 2019 seu país estará envolvido em um grave conflito armado, de acordo com o Military Times.
Sputnik

Segundo uma pesquisa recente, 46% dos participantes não duvidam que o confronto militar ocorrerá no próximo ano.


A título de comparação, em 2017, apenas 5% dos militares dos EUA esperavam um conflito armado, enquanto 50% descartaram um cenário de guerra e 4% não responderam.

Quanto aos inimigos mais prováveis, os soldados dos EUA mencionaram principalmente a Rússia e a China. Respectivamente, 72% e 69% dos entrevistados escolheram esses dois países.

Além disso, cerca de 57% estão preocupados com a presença de extremistas islâmicos nos Estados Unidos. Em particular, 48% destacaram uma possível ameaça por parte dos grupos terroristas Daesh e Al Qaeda (proibidos na Rússia e em outros países).

Exército reforça abastecimento em 76 cidades piauienses afetadas pela seca

Ao todo, 167 municípios decretaram estado de emergência no estado.
Cerca de 600 pipeiros foram contratados, que atenderam 305 mil pessoas.


Do G1 PI

Um total de 76 cidades do Piauí que decretaram emergência por conta da estiagem contarão com reforço do Exército Brasileiro na distribuição de água através de carros-pipa.



Segundo o general Manoel Luiz Pafiadache, comandante da 3ª Região Militar do Nordeste, o serviço está em planejamento. A solicitação do abastecimento deve ser feita pelo próprio município, ao decretar situação de emergência junto ao Ministério da Integração Nacional.

"A operação emergencial existe há 16 anos e abrange todo o semiárido que vai do Norte de Minas Gerais até o Piauí. São cerca de 870 municípios apoiados e contratados 6.500 pipeiros, que atendem mais de três milhões de pessoas", explicou.

No Piauí, apesar de 167 municípios terem decretado situação de emergência, apenas 76 cidades contarão com o reforço. Para o serviço foram contratados 600 pipeiros, que atenderão 305 mil pessoas.

"Infelizmente temos que trabalhar com pior hipótese do clima, que deve continuar nesta seca em 2016. A única diferença que pode ocorrer é de novas cidades entrarem em emergência. Neste momento vamos atender 76 municípios, porque os demais estão sendo avaliados", disse o general.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas