Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Israel prende o governador palestino de Jerusalém

Motivo da detenção foram crimes cometidos na Cisjordânia ocupada, segundo a Organização para a Libertação da Palestina.
France Presse

Israel prendeu o governador palestino de Jerusalém por crimes que teria cometido na Cisjordânia ocupada, que não foram especificados, informou a Organização para a Libertação da Palestina (OLP).

O governador Adnan Gheith foi detido no sábado (20) à noite no bairro palestino de Beit Hanina, em Jerusalém Oriental, ocupada e anexada por Israel. Será apresentado a um tribunal dentro de quatro dias, afirma a OLP em um comunicado.

Para o dirigente da OLP Saeb Erakat, a detenção é "um novo passo contra a presença palestina em Jerusalém" e constitui uma violação da legislação israelense a respeito das instituições palestinas da cidade.

"As ameaças contra dirigentes palestinos, sua detenção, inclusive o 'sequestro' do governador Gheith, são parte de um plano que pretende sufocar todas as bases de uma solução política com dois Estados e com as f…

França fez dura condenação ao ataque da Turquia contra a Rússia no Conselho da OTAN

Paris condenou asperamente a derrubada do bombardeiro russo Su-24 por parte da Turquia durante a reunião do Conselho da OTAN em 24 de novembro, segundo revelou uma fonte diplomática nesta sexta-feira (27).


Sputnik

Após o incidente, a OTAN expressou solidariedade com a Turquia e ofereceu apoio para Ankara dizendo que as avaliações do incidente por parte da Aliança do Norte eram consistentes com as informações fornecidas pelo país, que alegou que o avião de guerra russo havia brevemente violado o espaço aéreo turco.


Presidente da Rússia Vladimir Putin e presidente da França François Hollande
Vladimir Putin e François Hollande © REUTERS/ Michel Euler

"A Grécia foi a primeira a se pronunciar no Conselho, e deu o tom para a discussão, porque as aeronaves turcas constantemente violam o espaço aéreo grego. Em seguida, o representante francês fez um discurso duro", disse a fonte à Sputnik, acrescentando que o apoio da OTAN não foi unânime.

Segundo a fonte, o representante de Paris disse que as atividades turcas estavam minando a operação contra o grupo terrorista Estado Islâmico.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas