Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

O que acontece quando desaparece um submarino como o argentino ARA San Juan

As autoridades argentinas continuam com as buscas para tentar localizar o submarino ARA San Juan, que estava em uma missão de treinamento e desapareceu na última quarta com 44 tripulantes a bordo.
BBC Brasil


A Marinha argentina revelou que, no último contato, o subcomandante afirmou que a embarcação apresentava um curto-circuito no sistema de baterias.


O submarino fazia o trajeto entre o Ushuaia, no sul do país, e a base naval de Mar del Plata, mais ao norte, quando deixou de se comunicar e sumiu dos radares. Segundo a Marinha, a tripulação teria comida e oxigênio para mais dois dias.

O governo argentino conta com a ajuda de vários países para realizar as buscas, incluindo Brasil e Estados Unidos.

Mas quais são principais dificuldades em uma operação para localizar um submarino? A BBC tenta responder a esta e a outras perguntas sobre o tema.

Por que submarinos não podem ser detectados?


Os submarinos são construídos para serem difíceis de se encontrar. O papel deles é participar, com frequênc…

Kremlin: é errado fazer suposições prematuras sobre queda do Su-24 russo na Síria

O avião russo Su-24 que foi abatido quando sobrevoava o território sírio foi localizado no espaço aéreo da Síria, segundo declarou o porta-voz presidencial russo, Dmitry Peskov.


Sputnik

"Até agora nós e o Ministério da Defesa não sabíamos a razão da queda do avião de combate. Sabemos claramente que o avião se encontrava no espaço aéreo sírio", disse.


Sukhoi Su-24 Fencer

Ele sublinhou que o primeiro comunicado do Ministério sobre a queda do avião foi baseado em informação preliminar.

O porta-voz reafirmou que, antes da queda, o avião foi localizado voando sobre o território da Síria, como já foi indicado no comunicado do departamento militar russo e apelou a ter paciência até que a razão exata seja estabelecida.

"Seria errado fazer quaisquer suposições agora e fazer declarações até que tenhamos o quadro completo. Porém, nós devemos ter paciência. O incidente é muito sério, mas é impossível dizer algo sem a informação completa", declarou Peskov.

Segundo o porta-voz do Kremlin, o presidente russo Vladimir Putin poderá fazer declarações sobre a queda do avião militar russo Su-24 durante a reunião nesta terça-feira (24) com o rei da Jordânia, Abdullah II bin Al-Hussein.

A representante oficial do Ministério do Exterior russo, Maria Zakharova, publicou um post na sua página na rede social Facebook, também sublinhando a necessidade de investigar o caso.

“Quando o Ministério da Defesa da Rússia publicar informação adicional, que poderemos compartilhar com a mídia, vamos fazer isso imediatamente”.



Postar um comentário