Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

ONG: EUA mobiliza terroristas no sul da Síria para atacar Ghouta Oriental

Os militares norte-americanos estão mobilizando combatentes de diversos grupos armados com objetivo de atacar os subúrbios orientais de Damasco, disse à Sputnik o chefe da rede de direitos humanos na Síria, Ahmad Kazem.
Sputnik

"Neste momento os EUA estão juntando os combatentes do Daesh e outros grupos, inclusive os de Idlib, e tenta os transferir para At-Tanf e depois para Ghouta Oriental (subúrbio de Damasco), com objetivo de se contrapor ao exército sírio, que pretende liberar a região dos terroristas", disse Kazem. 


Segundo o defensor dos direitos humanos, os financiadores da Arábia Saudita ordenaram que os terroristas já localizados em Guta Oriental empreendam o máximo dos esforços para resistir às tropas de Damasco.

"Eles continuarão a atacar Damasco de forma caótica com seus morteiros", acrescentou o entrevistado.

Os terroristas, que tomaram o subúrbio oriental de Damasco, continuam a disparar contra os bairros centrais e residenciais da capital síria. Nesta qui…

Milos Zeman: há suspeitas de que Turquia coopera informalmente com Estado Islâmico

O incidente com a aeronave militar russa na Síria irá somente piorar a atmosfera na região, declarou nesta terça-feira (24) o presidente da República Tcheca Milos Zeman, segundo revelou o canal Czech TV.


Sputnik

"De tempos em tempos surgem suspeitas de que a Turquia coopera informalmente com o Estado Islâmico" – disse Zeman.


Presidente da República Checa, Milos Zeman
Milos Zeman © AP Photo/ Thibault Camus

Nas suas palavras, num cenário em que a aviação russa combate o EI, o incidente com o avião militar da Rússia irá apenas deteriorar a situação na região desse conflito.

O avião russo Su-24 foi derrubado na manha desta terça-feira na Síria, próximo à fronteira da Turquia. O lado turco afirma que a aeronave havia violado o espaço aéreo do seu país e que a mesma foi avisada antes de ser derrubada.

O Ministério da Defesa da Rússia, por sua vez, garante ter provas objetivas de que o avião não violou o espaço aéreo turco e realizava o voo estritamente sobre o território sírio.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, declarou que a aeronave foi abatida por um míssil ar-ar a partir de um avião turco. Nas suas palavras, a tragédia do avião russo na Síria terá consequências sérias para as relações entre Moscou e Ancara.



Postar um comentário