Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Pyongyang: 3 porta-aviões perto da Coreia do Norte são uma ameaça de guerra nuclear

A ONU "fecha os olhos aos exercícios de guerra nuclear dos EUA, que estão empenhados em causar um desastre catastrófico para a humanidade", declarou o embaixador norte-coreano na ONU, Ja Song-nam.
Sputnik

As autoridades norte-coreanas classificaram na segunda (13) o deslocamento sem precedentes de 3 grupos de porta-aviões dos EUA para a zona da península da Coreia como uma "postura de ataque".


O representante norte-coreano permanente na ONU, Ja Song-nam, expressou em uma carta enviada ao secretário-geral da ONU o descontentamento do seu governo com os exercícios militares de Seul, Tóquio e Washington. Estes, segundo o diplomata, estão criando "a pior situação para a península da Coreia e seus arredores".

"Os EUA são os principais responsáveis por escalar as tensões e comprometer a paz", declarou Ja Song-nam.

Além da presença de 3 porta-aviões estadunidenses (Nimitz, Ronald Reagan e Theodore Roosevelt), Washington continua realizando voos de bombarde…

Piloto de avião russo derrubado na Turquia foi salvo pelo exército sírio

Dois pilotos estavam em aeronave; um deles morreu após queda.
Turquia derrubou jato russo que teria invadido seu espaço aéreo.


France Presse

O segundo piloto do avião militar russo derrubado na terça-feira (24) pela Turquia "foi resgatado pelo exército sírio", afirmaram o embaixador da Rússia na França e o ministro da Defesa russo.



O piloto "conseguiu escapar e, segundo as informações mais recentes, foi resgatado pelo exército sírio e deve retornar à base aérea russa", declarou o embaixador Alexander Orlov à rádio francesa Europe 1.

"A operação foi concluída com sucesso. O piloto foi levado a nossa base, são e salvo", disse o ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shoigu, durante uma reunião do Estado-Maior.

Dados preliminares do Exército russo apontam que o outro piloto morreu atingido por disparos antes de tocar o solo após conseguir escapar de paraquedas da aeronave. Rebeldes sírios divulgaram um vídeo em que seu corpo apareceria, e garantiram que ele já estava morto quando tocou o solo.

A Turquia derrubou o avião militar russo na fronteira com a Síria, no incidente mais grave desde o início da intervenção da Rússia no conflito sírio no fim de setembro.

Ancara afirma que a aeronave violou o espaço aéreo turco. Moscou admitiu que o avião foi derrubado, um caça do tipo Sukhoi Su-24, mas garantiu que o aparelho sobrevoava o espaço aéreo sírio.

O presidente russo, Vladimir Putin, afirmou que a derrubada do avião russo pelas forças de segurança turcas terá graves consequências nas relações entre os dois países. "A perda de hoje é uma facada nas costas que foi dada pelos cúmplices dos terroristas", declarou Putin em coletiva de imprensa na presença do rei da Jordânia, Abdullah II.

Putin também recomendou que os russos não viajem à Turquia, um de seus destinos turísticos preferidos. "É uma medida necessária e o ministério das Relações Exteriores fez bem em advertir a nossos cidadãos sobre o perigo" de ir à Turquia, acrescentou, em declarações à TV russa.

"O que fazer depois desses fatos tão trágicos? A destruição de nosso avião e a morte de um piloto?", questionou.


Postar um comentário