Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

O que acontece quando desaparece um submarino como o argentino ARA San Juan

As autoridades argentinas continuam com as buscas para tentar localizar o submarino ARA San Juan, que estava em uma missão de treinamento e desapareceu na última quarta com 44 tripulantes a bordo.
BBC Brasil


A Marinha argentina revelou que, no último contato, o subcomandante afirmou que a embarcação apresentava um curto-circuito no sistema de baterias.


O submarino fazia o trajeto entre o Ushuaia, no sul do país, e a base naval de Mar del Plata, mais ao norte, quando deixou de se comunicar e sumiu dos radares. Segundo a Marinha, a tripulação teria comida e oxigênio para mais dois dias.

O governo argentino conta com a ajuda de vários países para realizar as buscas, incluindo Brasil e Estados Unidos.

Mas quais são principais dificuldades em uma operação para localizar um submarino? A BBC tenta responder a esta e a outras perguntas sobre o tema.

Por que submarinos não podem ser detectados?


Os submarinos são construídos para serem difíceis de se encontrar. O papel deles é participar, com frequênc…

Rússia: avião Su-24 derrubado estava no espaço aéreo sírio (vídeo)

Um avião russo Su-24 foi derrubado perto da fronteira turca, informa o Ministério da Defesa russo.


Sputnik

“Hoje no território da Síria, supostamente na sequência de disparos a partir do solo, acidentou um avião Su-24 do grupo aéreo russo na República Árabe da Síria”, diz o Ministério da Defesa da Rússia.


Link permanente da imagem incorporada

“O avião seguia à altitude de 6.000 metros. O destino dos pilotos está sendo investigado. Segundo os dados preliminares, os pilotos conseguiram catapultar-se. Também estão sendo investigadas as circunstâncias da queda do avião russo. O Ministério da Defesa sublinha, durante todo o voo, o avião se manteve sempre sobre o território da Síria. Isto foi fixado por meios de controle objetivos”, acrescentou o departamento militar.

De acordo com um oficial turco, o avião militar foi avisado antes de ser derrubado.

O avião pegou fogo no ar e caiu em território sírio.

Os dois pilotos do avião conseguiram se ejetar antes de o avião cair, de acordo com testemunhas citadas pela CNN turca.

Depois do acidente, o primeiro-ministro turco Ahmet Davutoglu enviou o ministro das Relações Exteriores turco para consultas com altos responsáveis da OTAN e da ONU sobre o que aconteceu na fronteira com a Síria.

O Ministério da Defesa da Rússia declarou que o avião derrubado não violou o espaço aéreo turco e realizava o voo estritamente sobre o território sírio.






Postar um comentário