Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Águas 'quentes' da Síria: fragata russa persegue submarino nuclear dos EUA

Durante sua última missão no mar Mediterrâneo em abril passado, a fragata Admiral Essen da Marinha russa conseguiu detectar e perseguir um submarino nuclear dos EUA perto da costa síria. Essa informação foi só agora tornada pública.
Sputnik

A fragata Admiral Essen, pertencente à Frota do Mar Negro, perseguiu o submarino estadunidense da classe Ohio durante mais de duas horas, comunica o jornal russo Izvestiya, citando o Estado-Maior da Marinha russa.

A tripulação do navio russo registrou os parâmetros principais do submarino para, em seguida, os adicionar ao retrato acústico do submersível.

A fragata havia partido para o mar Mediterrâneo em março e regressou à base de Sevastopol no fim de junho. Encontrava-se na zona costeira síria quando os EUA, o Reino Unido e a França atacaram a Síria com mísseis.

Além disso, no decurso da missão, a sua tripulação realizou uma série de manobras táticas. Em particular, treinou ataques contra alvos marítimos e aéreos, combate em grupo e isolado, bem como…

Rússia: avião Su-24 derrubado estava no espaço aéreo sírio (vídeo)

Um avião russo Su-24 foi derrubado perto da fronteira turca, informa o Ministério da Defesa russo.


Sputnik

“Hoje no território da Síria, supostamente na sequência de disparos a partir do solo, acidentou um avião Su-24 do grupo aéreo russo na República Árabe da Síria”, diz o Ministério da Defesa da Rússia.


Link permanente da imagem incorporada

“O avião seguia à altitude de 6.000 metros. O destino dos pilotos está sendo investigado. Segundo os dados preliminares, os pilotos conseguiram catapultar-se. Também estão sendo investigadas as circunstâncias da queda do avião russo. O Ministério da Defesa sublinha, durante todo o voo, o avião se manteve sempre sobre o território da Síria. Isto foi fixado por meios de controle objetivos”, acrescentou o departamento militar.

De acordo com um oficial turco, o avião militar foi avisado antes de ser derrubado.

O avião pegou fogo no ar e caiu em território sírio.

Os dois pilotos do avião conseguiram se ejetar antes de o avião cair, de acordo com testemunhas citadas pela CNN turca.

Depois do acidente, o primeiro-ministro turco Ahmet Davutoglu enviou o ministro das Relações Exteriores turco para consultas com altos responsáveis da OTAN e da ONU sobre o que aconteceu na fronteira com a Síria.

O Ministério da Defesa da Rússia declarou que o avião derrubado não violou o espaço aéreo turco e realizava o voo estritamente sobre o território sírio.






Postar um comentário

Postagens mais visitadas