Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Super Tucano em teste pela Força Aérea dos EUA sofre acidente

Queda sem causa ainda definida é má notícia para a fabricante brasileira, que disputa concorrência com americanos
Igor Gielow | Folha de S.Paulo

Um turboélice A-29 Super Tucano, fabricado pela Embraer, caiu durante um exercício de ataque leve conduzido pela Força Aérea dos EUA em um campo de provas do Novo México, na sexta (22).

Dois tripulantes conseguiram se ejetar. Segundo comunicado da base de Holloman, um dele se feriu levemente e foi medicado, enquanto não há detalhes do estado do segundo. A causa do acidente não foi divulgada.

O avião participa da fase final da competição para fornecimento de aviões leves para missões de ataque a solo e reconhecimento. Inicialmente, os EUA querem adquirir 15 unidades, para depois expandir a até 120. Elas servirão para substituir o famoso A-10 Warthog (Javali, em inglês), um modelos subsônico a jato fortemente armado e blindado que opera desde 1977.

Os americanos estão procurando opções mais econômicas para a missão. Enquanto um A-10 tem sua hora-voo…

Bombardeiro russo Tu-160 receberá novo sistema de controle de armas

O bombardeiro estratégico Tu-160, em sua versão M2, terá um novo sistema de controle de armas, informou nesta segunda-feira o consórcio KRET, fabricante dos sistemas.


Sputnik

Anteriormente, o ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, anunciou planos para renovar a fabricação do Tupolev Tu-160, que receberia o nome de Tu-160M2.


Bombardero estratégico Tu-160
Tupolev Tu-160 © Sputnik/ Alexey Druzhinin

Seria um avião com equipamentos de boro novos, mas com o mesmo aspecto visual: sua eficácia se duplicaria em comparação com o antecessor.

"O Tu-160M2 terá elementos de aviônica modular integrada, novos equipamentos para guerra eletrônica, um avançado sistema de navegação inercial e um novo sistema de controle de armas", diz o comunicado.

O desenvolvimento dos novos sistemas e equipamentos terminará no ano 2020, diz a nota do consórcio KRET.

O Tupolev Tu-160, desenvolvido nas décadas de 1970 e 1980, é um bombardeiro estratégico supersônico com asa de incidência variável, que permite a escolha de um regime ideal de voo e, com isso, economizar combustível.

O avião pesa 110 toneladas e pode carregar até 40 toneladas.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas