Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Adeus a tecnologias 'stealth': novo radar russo pode detectar aviões furtivos

Tecnologias russas capazes de detectar aviões furtivos do inimigo podem vir a fazer parte do sistema da defesa antiaérea unida da OTSC – Organização do Tratado de Segurança Coletiva, declarou o chefe do Estado-Maior Conjunto da aliança, Anatoly Sidorov.
Sputnik

Inovações russas capazes de desativar tecnologias furtivas do inimigo podem vir a ser usadas na criação do sistema de defesa antiaérea unida da OTSC, declarou militar, citado pelo jornal Rossiyskaya Gazeta. Sidorov comentou que essas inovações seriam eficazes tanto contra aviação do inimigo como contra ataques com mísseis.



O sistema Rezonans-NE funciona graças ao princípio de reflexão ressonante de ondas de rádio da superfície de aparelhos aéreos, facilitando vigilância de aeronaves e mísseis do inimigo, explicou Aleksandr Scherbinko, vice-diretor executivo da empresa de design Rezonans.

"Este modelo pode ser de grande interesse, levando em consideração criação do sistema de defesa antiaérea unida da OTSC, cuja inauguração est…

EUA agradecem à Rússia por cooperação na Síria

Rússia e Estados Unidos podem fazer uma diferença significativa na Síria, afirmou nesta terça-feira o secretário de Estado americano, John Kerry.


Sputnik

O secretário falou durante um encontro com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, em Moscou.


O presidente russo, Vladimir Putin, encontra John Kerry, secretário de Estado americano
John Kerry e Vladimir Putin © Sputnik/ Sergey Guneev

"Com relação à Síria, Viena-1 e Viena-2 foram um ótimo começo, criando possibilidades, e acredito que não há dúvida de que o ministro de Relações Exteriores (Sergei) Lavrov e eu concordamos que Estados Unidos e Rússia têm capacidade de fazer uma diferença significativa aqui", declarou Kerry.

O secretário também agradeceu publicamente ao Presidente Putin pela cooperação.

"Senhor presidente, muito obrigado por sua hospitalidade, por sua equipe liderada pelo chanceler Sergei Lavrov estar sempre à disposição e, sobre nossos esforços, eles são realmente conjuntos e se baseiam na cooperação, pela qual estamos muito agradecidos", declarou.

Durante a primeira rodada de conversas sobre uma solução para a crise Síria, em Viena, mediadores internacionais trabalharam na formação de um plano de nove itens para encerrar o conflito. O documento previa a definição de uma unidade nacional, a necessidade de derrotar grupos extremistas e a prestação de assistência a refugiados.

Na segunda rodada de conversas, os mediadores concordaram em manter o acordo de Genebra 2012 sobre encontrar uma solução política para o conflito na Síria e estabeleceram um prazo de seis meses para que a Síria formasse uma unidade interina de governo e marcasse eleições dentro de 18 meses.



Postar um comentário