Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

No decorrer da operação Ramo de Oliveira será criada zona de segurança na Síria

O primeiro-ministro turco Binali Yildirim anunciou a criação, durante a operação militar turca na província síria de Afrin, de uma faixa de segurança de 30 quilômetros.
Sputnik

O premiê, citado pela emissora Haberturk, adiantou também que a operação seria efetuada em quatro etapas.


"A operação vai decorrer em 4 etapas com o objetivo de criar uma faixa de segurança de 30 quilômetros, que será limpa de terroristas", disse o político, citado pela emissora NTV.

Yildirim adiantou que até agora não há mortos ou feridos entre o contingente turco que realiza a operação.

Mais cedo, o Estado-Maior da Turquia anunciou o início da operação "Ramo de Oliveira" contra os grupos curdos na província síria de Afrin, que começou precisamente às 14h00 locais (12h00 no horário de Brasília). De acordo com a entidade militar, a operação conta com a participação de 72 aviões, enquanto 108 dos 113 alvos planejados já foram eliminados. Há poucos dias, o premiê turco, Binali Yildirim, havia avanç…

Irã tem provas das vendas de petróleo do Daesh à Turquia

O secretário do Conselho de Discernimento do Irã, Mohsen Rezaie, disse que Teerã está pronto para fornecer ao governo turco as informações necessárias sobre o Daesh e o seu comércio de petróleo, informou a mídia iraniana.


Sputnik

«Conselheiros militares iranianos na Síria tiraram fotos e filmaram todas as rotas utilizadas pelos caminhões-tanque do EI para a Turquia. Se as autoridades turcas não têm conhecimento das vendas de petróleo do Daesh em seu país, então podemos dar-lhes os /nossos/ dados da inteligência," disse Rezaie aos jornalistas na sexta-feira (4).





Rezaie também disse que, em breve, serão publicadas algumas notícias importantes sobre a "destruição dos terroristas do Daesh e a sua derrota».

Na quarta-feira, o Ministério da Defesa da Rússia, divulgou imagens de satélite de caminhões de petróleo cruzando a fronteira turco-síria como evidência de contrabando de petróleo sírio na Turquia.

O vice-ministro russo da Defesa, Anatoly Antonov acusou o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, e sua família de envolvimento direto em um comércio ilícito de petróleo realizado pelo Daesh.

Postar um comentário