Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Confira a arma secreta da China em uma eventual guerra contra os EUA

A evidência do emprego de minas marítimas na doutrina da guerra naval chinesa segue crescendo.
Sputnik

Nas fases finais da Guerra do Pacífico, os estrategistas americanos combinaram genialmente dois sistemas de armas, o revolucionário bombardeiro de longo alcance B-29 e as relativamente simples minas marítimas com explosivos magnéticos ou acústicos, causando um caos na economia e moral japoneses. O esforço para semear profusamente as águas japonesas com milhares de minas foi denominado de "Operação Fome" e esse esforço provou sua alta eficiência para pôr o Japão de joelhos. Contudo, a Marinha americana também foi vítima do emprego hábil da guerra de minas e esses casos são mais recentes.

O caso clássico provém da Guerra da Coreia, quando minas foram colocadas ao largo da Coreia do Norte, evitando que os estadunidenses realizassem uma invasão eficiente em Wonsan. Durante a Guerra do Golfo Pérsico, dois navios norte-americanos, o "Tripoli" e o "Princeton", for…

Marinha russa incorpora novo cargueiro porta-mísseis

A Marinha de Guerra da Rússia incorporou o cargueiro de armamentos Akademik Kovaliov, capaz de transportar até oito mísseis balísticos intercontinentais Bulava.


Sputnik

"O novo navio foi entregue à Marinha em uma cerimônia realizada no estaleiro Zvezdochka de Severodvinsk", informou nesta sexta-feira o porta-voz do estaleiro, Eugeni Gladishev.


Cargueiro da classe Project 20180

O chefe de construções do estaleiro, Leonid Berezovski, revelou, por sua vez, que o navio pode transportar até oito mísseis balísticos R-30 Bulava.

"O navio tem quatro compartimentos para transportar dois mísseis intercontinentais em cada um deles", apontou.

O Akademik Kovaliov é o segundo navio especial do projeto 20180 construído no estaleiro Zvezdochka. O local está atualmente construindo mais duas embarcações desse tipo: o rebocador de salvamento marítimo Akademik Aleksandrov e o cargueiro de armamentos Akademik Makeev.

O capitão de corveta Roman Levin, comodoro do Akademik Kovaliov, comentou que esse novo barco é capaz de levar armamentos a qualquer parte do mundo.

"É um navio com casco reforçado pra navegar entre gelo e abastecer submarinos e navios da Marinha nos mares e oceanos mais distantes", afirmou o oficial.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas