Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

PropHiper - Mais rápido do que uma bala

Pesquisadores brasileiros desenvolvem veículo aéreo que se deslocará em velocidade hipersônica
DefesaNet

Se tudo correr como planejado, a Força Aérea Brasileira (FAB) realizará dentro de dois anos o ensaio em voo do primeiro motor aeronáutico hipersônico feito no país. O teste integra um projeto mais amplo cujo objetivo é dominar o ciclo de desenvolvimento de veículos hipersônicos, que voam, no mínimo, a cinco vezes a velocidade do som, ou Mach 5.
Mach é uma unidade de medida de velocidade correspondente a cerca de 1.200 quilômetros por hora (km/h). O programa é coordenado pelo Instituto de Estudos Avançados (IEAv), um dos centros de pesquisa do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) da FAB, em parceria com a empresa Orbital Engenharia, ambos de São José dos Campos (SP).

Além do motor hipersônico, o projeto Propulsão Hipersônica 14-X (PropHiper), iniciado em 2006, prevê a construção de um veículo aéreo não tripulado (VANT), onde o motor será instalado. Batizado de 14-X, …

MiG-35 utilizará sistema de navegação BINS

O caça MiG-35 terá o sistema BINS de navegação inercial sem plataforma, informou nesta sexta-feira Alexei Kuznetsov, diretor geral do Instituto de Eletromecânica e Automação de Moscou (MIEA), que desenvolveu o sistema.


Sputnik

“Assinamos um contrato para o fornecimento de vários modelos de BINS para os MiG-35, e os testes começarão no fim de 2015 e no início de 2016”, afirmou.


Caca russo MiG-35
Mig 35 © Sputnik/ Vladimir Astapkovich

O sistema BINS processa os dados de navegação e pilotagem, determina os parâmetros e as coordenadas do alvo em movimento em regime autônomo, sem receber sinais da terra, do mar ou do espaço.

O MiG-35 é um caça polivalente da geração 4++, criado sobre a plataforma dos MiG-29/KUB e MiG-29M/M2, melhorando sua capacidade de combate e suas características de exploração.

A assinatura do contrato para o fornecimento desses caças ao Ministério da Defesa da Rússia deve acontecer no primeiro trimestre de 2016. A Força Aérea do país receberá as aeronaves entre 2018 e 2020.

O Instituto de Eletromecânica e Automação de Moscou é líder russo em desenvolvimento de sistemas de navegação e de controle de voo para aviões militares e civis. Pedidos de caráter militar atualmente correspondem a cerca de 70% da carteira do MIEA.



Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas