Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Adeus a tecnologias 'stealth': novo radar russo pode detectar aviões furtivos

Tecnologias russas capazes de detectar aviões furtivos do inimigo podem vir a fazer parte do sistema da defesa antiaérea unida da OTSC – Organização do Tratado de Segurança Coletiva, declarou o chefe do Estado-Maior Conjunto da aliança, Anatoly Sidorov.
Sputnik

Inovações russas capazes de desativar tecnologias furtivas do inimigo podem vir a ser usadas na criação do sistema de defesa antiaérea unida da OTSC, declarou militar, citado pelo jornal Rossiyskaya Gazeta. Sidorov comentou que essas inovações seriam eficazes tanto contra aviação do inimigo como contra ataques com mísseis.



O sistema Rezonans-NE funciona graças ao princípio de reflexão ressonante de ondas de rádio da superfície de aparelhos aéreos, facilitando vigilância de aeronaves e mísseis do inimigo, explicou Aleksandr Scherbinko, vice-diretor executivo da empresa de design Rezonans.

"Este modelo pode ser de grande interesse, levando em consideração criação do sistema de defesa antiaérea unida da OTSC, cuja inauguração est…

Parlamento iraquiano defende cooperação com a Rússia na luta contra Daesh (EI)

O Comitê de Segurança e Defesa do parlamento iraquiano proporá muito em breve ao primeiro-ministro do país, Haider al-Abadi, que a Turquia coopere com a Rússia na operação de ataques aéreos contra posições do grupo terrorista Daesh (Estado Islâmico).


Sputnik

A informação foi prestada com exclusividade à Sputnik pelo membro do comitê iraquiano, deputado Iskander Watut.


Os militares iraquianos
Exército do Iraque © REUTERS

"Em breve será realizada uma reunião [do comitê] com o primeiro-ministro Haider al-Abadi e nós iremos apresentar propostas relativas à cooperação com a Rússia sobre ataques aéreos contra EI e combate ao terrorismo no Iraque" – disse o porta-voz.


A Rússia realiza desde 30 de setembro ataques aéreos contra posições do grupo terrorista Estado Islâmico na Síria. A operação aérea russa foi desencadeada por um pedido de ajuda militar enviado a Moscou pelo presidente da Síria, Bashar Assad.

Segundo o ministério da Defesa da Rússia, apenas na semana passada (entre 26 de novembro de 4 de dezembro), a aviação russa realizou 431 voos de combate contra posições do Daesh na Síria, atingindo um total de 1458 alvos terroristas.

Postar um comentário