Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Executiva da Huawei deixa a prisão após pagar fiança no Canadá; ex-diplomata canadense é preso na China

Justiça aceitou pedido da chinesa, que foi detida a pedido dos Estados Unidos e corria risco de extradição. Fiança estipulada fixada em US$ 7,5 milhões.
Por G1

A diretora financeira da Huawei, Meng Wanzhou, foi solta nesta quarta-feira (12) depois de passar 11 dias presa no Canadá.

A executiva teve aceito o pedido de liberdade condicional, por um juiz canadense. O valor da fiança foi fixado em 10 milhões de dólares canadenses (US$ 7,5 milhões).

Meng saiu da prisão poucas horas depois da ordem do juiz, informou o canal Global News.

"O risco de que não se apresente perante o tribunal (para uma audiência de extradição) pode ser reduzido a um nível aceitável, impondo as condições de fiança propostas por seu assessor", disse o juiz, aplaudido na sala do tribunal pelos partidários da empresa chinesa, informa a France Presse.

As condições de libertação incluem a entrega de seus dois passaportes, que permaneça em uma de suas residências de Vancouver e use tornozeleira eletrônica. Além dis…

Projeto russo de torpedo nuclear preocupa Washington

Um projeto russo de torpedo nuclear é motivo de preocupação para os Estados Unidos, declarou a subsecretária de Estado para Controle de Armas, Rose Gottemoeller.


Sputnik

"Estamos preocupados que isso possa ameaçar os Estados unidos se for colocado para uso operacional", afirmou Gottemoeller ao Congresso americano. "Acredito que é um sistema alarmante", completou. 


Rose Gottemoeller, subsecretária de Estado dos EUA
Rose Gottemoeller © AFP 2015/ KIRILL KUDRYAVTSEV

Em novembro, um slide com o torpedo russo do projeto secreto Status-6 apareceu casualmente na TV russa em uma reportagem sobre uma reunião do presidente Vladimir Putin com representantes do setor de Defesa em Sochi.

Trata-se de um torpedo dotado de ogiva nuclear e capaz de provocar "danos garantidos" por meio de ampla e duradoura contaminação radioativa das zonas costeiras do inimigo.

O projétil, desenvolvido pela empresa Rubin, terá alcance de até 10 mil quilômetros e poderá ser lançada de cerca de mil metros de profundidade.


Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas