Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Helicópteros americanos estariam resgatando terroristas do Daesh de prisão síria

Os helicópteros norte-americanos tiraram terroristas do Daesh de uma prisão na cidade síria de Al-Hasakah, informou uma fonte local à Sputnik.
Sputnik

"Habitantes locais viram do telhado helicópteros estadunidenses aterrissando no território de uma prisão local, controlada pelos curdos, para tirar de lá terroristas do Daesh", afirmou a fonte — que preferiu não ser identificada — em Al-Hasakah à Sputnik Árabe.


Além disso, há informações que os militares norte-americanos estariam trazendo para a prisão várias munições, porque planejam criar no lugar uma base.

Anteriormente, a mídia iraquiana comunicou que helicópteros dos EUA tinham transportado membros do grupo Daesh (proibido na Rússia) da prisão central de Al-Hasakah para sua base perto do povoado Abu Hajar, no leste da Síria.

De acordo com fontes locais, na prisão de Al-Hasakah, muito bem fortificada, estariam encarcerados cerca de 100 terroristas, a maioria de cidadania estrangeira. Especialistas sírios acham que são os mesmos…

Projeto russo de torpedo nuclear preocupa Washington

Um projeto russo de torpedo nuclear é motivo de preocupação para os Estados Unidos, declarou a subsecretária de Estado para Controle de Armas, Rose Gottemoeller.


Sputnik

"Estamos preocupados que isso possa ameaçar os Estados unidos se for colocado para uso operacional", afirmou Gottemoeller ao Congresso americano. "Acredito que é um sistema alarmante", completou. 


Rose Gottemoeller, subsecretária de Estado dos EUA
Rose Gottemoeller © AFP 2015/ KIRILL KUDRYAVTSEV

Em novembro, um slide com o torpedo russo do projeto secreto Status-6 apareceu casualmente na TV russa em uma reportagem sobre uma reunião do presidente Vladimir Putin com representantes do setor de Defesa em Sochi.

Trata-se de um torpedo dotado de ogiva nuclear e capaz de provocar "danos garantidos" por meio de ampla e duradoura contaminação radioativa das zonas costeiras do inimigo.

O projétil, desenvolvido pela empresa Rubin, terá alcance de até 10 mil quilômetros e poderá ser lançada de cerca de mil metros de profundidade.


Postar um comentário