Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

EUA confirmam linha estratégica de 'desmembramento da Síria', diz analista

Os EUA declararam que não querem restaurar as regiões na Síria que estão sob o controle de Damasco. O especialista Vladimir Fitin explica na entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik o que busca Washington.
Sputnik

Os EUA não querem ajudar na reconstrução das regiões na Síria que ficam sob o controle do presidente sírio Bashar Assad, declarou um alto funcionário dos EUA após o primeiro dia do encontro dos ministros das Relações Exteriores do G7.


Em janeiro, o Departamento de Estado dos EUA afirmou que Washington não iria ajudar a Rússia, o Irã e Damasco oficial na restauração do país, enquanto a "transformação política" da Síria não se realizasse. Segundo declarou o assistente adjunto do secretário de Estado dos EUA para o Médio Oriente, David Satterfield, a condição da ajuda é a reforma constitucional e eleições sob os auspícios da ONU.

O analista do Instituto dos Estudos Estratégicos da Rússia, Vladimir Fitin, na entrevista ao serviço russo da Rádio Sputnik comentou a decla…

Rebeldes sírios criam nova união em conexão com sucessos do exército sírio

Os grupos armados que atuam na região de Guta Oriental, nos arredores de Damasco, anunciaram nesta terça-feira (15) a criação de uma nova união de militantes, chamada Novo Posto Operacional, para fazer frente aos avanços do exército sírio.


Sputnik

A Sputnik obteve esta informação de fontes bem informadas, que especificaram que a nova estratégia dos militantes tem a ver com liberação do aeródromo militar de Marj al-Sultan.


Milícias sírias

Lembramos que o exército da Síria, apoiado por destacamentos da milícia popular, retomou o controle deste aeródromo, nos arredores de Damasco, liquidando dezenas de militantes.

“A nova união conta com os grupos Jaysh al-Islam, Frente al-Nusra, Ahrar al-Sham e outros. O posto operacional é chefiado por Abu Khalid Islam e Abu Busam al-Barra”, divulgaram as fontes.


Mais cedo, fontes na milícia popular síria divulgaram à agência noticiosa russa RIA Novosti que o exército e a milícia conseguiram criar uma zona segura à volta do aeródromo e que as tropas começaram a desminagem do território.

A base militar aérea de Marj al-Sultan está localizada perto da cidade-satélite de Duma, a 18 km da fronteira síria. O local era um dos pontos cruciais para os terroristas do Jaysh al-Islam.


Postar um comentário