Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

'Sangue e caos': príncipe saudita chama Trump de 'oportunista' por decisão sobre Jerusalém

O ex-chefe da inteligência saudita, o Príncipe Turki al-Faisal, criticou o reconhecimento do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de Jerusalém como a capital de Israel, em uma das mais acentuadas reações do reino aliado de Washington no Oriente Médio.
Sputnik

Em uma carta a Trump publicada em um jornal saudita nesta segunda-feira, o príncipe Turki, um ex-embaixador em Washington que agora não ocupa nenhum cargo do governo, mas continua influente, chamou a decisão de uma estratagema política doméstica que provocaria violência.


"O derramamento de sangue e o caos definitivamente seguirão sua tentativa oportunista de ganhar eleitoralmente", escreveu o príncipe Turki em uma carta publicada no jornal saudita al-Jazeera.

Trump inverteu décadas de política dos EUA e virou do consenso da crítica internacional na semana passada, reconhecendo Jerusalém como a capital de Israel. A maioria dos países diz que o status da cidade deve ser deixado para negociações entre Israel e os pales…

Rússia avisa Turquia das consequências negativas de ‘ações irresponsáveis’

Ministério da Defesa da Rússia alertou o adido militar turco das consequências possíveis das "ações irresponsáveis" de Ancara em relação às Forças Armadas da Rússia.


Sputnik

"O adido militar turco foi avisado das possíveis consequências negativas de ações imprudentes de Ancara em relação às Forças Armadas da Rússia, que têm a tarefa de combater o terrorismo internacional na Síria", disse o Ministério da Defesa da Rússia.


Soldato no navio  anti-submarino Smetlivy da Frota do Mar Negro da Rússia
Marinheiro russo a bordo da fragata Smetlivy © Sputnik/ Gennadiy Dianov

O ministério afirmou que o diplomata foi informado da profunda preocupação com mais uma provocação do lado turco relativamente à fragata russa "Smetlivy" no Mar Egeu.

O adido militar turco Ahmet Gunes prometeu transmitir a declaração da Rússia a Ancara, de acordo com o ministério.

No início do dia, a tripulação da fragata russa Smetlivy conseguiu evitar a colisão com um arrastão turco na parte norte do Mar Egeu. Após o incidente, o adido militar na embaixada turca em Moscou foi chamado de urgência para o Ministério russo da Defesa.


Postar um comentário