Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Rússia testará novo avião de transporte militar até o final do ano

Il-112V deverá substituir modelos soviéticos An-24 e An-26, considerados obsoletos.
Nikolai Litôvkin | Russia Beyond

A nova aeronave de transporte militar Il-112V completou os testes de fábrica e está sendo preparada para o primeiro voo, que está previsto para o final de 2018.


Caso os testes sejam bem sucedidos, o Il-112V substituirá nas Forças Armadas russas os modelos An-24 e An-26, desenvolvidos no início dos anos 1960.

O Ilyushin Il-112 é um avião de transporte militar leve de asa alta que está sendo desenvolvido pela Ilyushin Aviation Complex para transporte de cargas militares, equipamentos e pessoal.

Sua capacidade de carga máxima "útil" a bordo será de até cinco toneladas.

Os projetistas pretendem desenvolver duas versões do avião: uma com hangares estendidos para o transporte de equipamentos militares, carga e soldados; e outra, civil, para o transporte de passageiros e carga leve.

O Il-112V é um monoplano com configuração aerodinâmica tradicional e dois poderosos motores…

Rússia reforçará fronteira marítima com a Turquia

A Rússia planeja reforçar sua patrulha fronteiriça no Mar Negro, onde faz fronteira com a Turquia, e também no Mar Cáspio, informa nesta terça-feira o jornal russo Izvestia.


Sputnik

Para isso, o Serviço Federal de Segurança russo, FSB, espera adquirir seis helicópteros rápidos Ka-226T pelo valor equivalente a US$ 33,7 milhões.


Kamov Ka-226

Segundo a reportagem, o objetivo principal dos helicópteros será a luta contra o terrorismo e a pirataria marítima.

O aumento das medidas de segurança se deve à situação na Síria, onde a Rússia bombardeia as posições do Daesh (grupo terrorista Estado Islâmico), assim como à atual tensão com a Turquia, cuja aviação derrubou um caça russo Su-24 há uma semana.

Os novos helicópteros realizarão patrulha de grandes distâncias, sendo capazes de detectar qualquer movimento em um raio de 600 quilômetros, e ficarão encarregados também das tarefas de inteligência.

O capitão aposentado Vasili Dandikin acredita que após o incidente com o Su-24, a OTAN aumentará sua presença nas águas do Mar Negro.

"A violação de fronteiras será controlada de maneira mais rigorosa, os helicópteros evitarão que navios turcos entrem em águas russas", completou Dandikin em declarações ao jornal Izvestia.



Postar um comentário

Postagens mais visitadas