Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Estados Unidos elaboram sistema transportável de luta contra drones

A companhia norte-americana Sierra Nevada elaborou uma instalação compacta para luta contra drones que pode ser instalada em picapes e funcionar eficazmente durante o movimento, informa o portal Defense News.
Sputnik

O novo sistema chamado X-Madis pode detectar, identificar e atingir os alvos com meios de guerra eletrônica mesmo em movimento à velocidade de até 80 km/h. Entretanto, para usar o sistema basta um só operador que o poderá dirigir da cabine do veículo, comunica o portal.

Segundo explicaram na companhia, o X-Madis pode ser instalado em várias plataformas móveis, tais como picapes pesadas, veículos todo-o-terreno leves ou barcos.

Além disso, o sistema já foi testado em vários tipos de veículos militares que estão em serviço do exército norte-americano.

O novo dispositivo foi apresentado na exposição SOFIC 2018 que atualmente está sendo realizada em Tampa, no estado norte-americano da Flórida.

Triplo atentado na Síria deixa mortos

Pelo menos 22 civis morreram.
Explosão foi perto de um hospital e outra perto de posto das forças curdas.


France Presse

O triplo ataque suicida com carro-bomba de quinta-feira (10) na região nordeste da Síria matou pelo menos 22 civis, anunciou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).



A ONG anunciou em um primeiro momento, na quinta, a morte de 12 pessoas, sem informar se eram civis, depois que três homens detonaram seus carros-bomba em pontos diferentes da cidade de Tall Tamer, na província de Hasakeh.

"Pelo menos 22 civis, incluindo quatro mulheres e um médico, morreram e o balanço deve aumentar porque há muitos feridos", afirmou Rami Abdel Rahman, diretor do OSDH.

"Também há mortos entre as forças de segurança curdas", completou, sem revelar o número.

De acordo com Abdel Rahman, uma explosão aconteceu perto de um hospital e outra nas imediações de um posto das forças curdas.

Tall Tamer, controlada pelas forças curdas sírias, foi alvo de vários ataques do grupo jihadista Estado Islâmico (EI). O atentado de quinta-feira não foi reivindicado até o momento.

Em Aleppo, norte do país, 12 pessoas, incluindo sete crianças, morreram nas últimas 24 horas em bombardeios rebeldes em bairros da cidade controlados pelo regime de Bashar al-Assad, informou o OSDH.

Postar um comentário