Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Por que negociações entre Washington e Pyongyang estão condenadas ao fracasso?

Em vez de proferir mais ameaças, a administração Trump deve mostrar que é um parceiro de negociação confiável, escreve o The National Interest, acrescentando que é importante enviar sinais claros agora.
Sputnik

O presidente norte-americano Donald Trump continua tratando a sua administração como uma brigada de salvamento para a diplomacia internacional, mas os norte-coreanos não são estúpidos e não confiam em promessas, afirma o autor do The National Interest Doug Bandow no seu recente artigo.


"O desmantelamento nuclear da Líbia, em muito forçado pelos EUA no passado, se revelou um modo de agressão por meio da qual os norte-americanos convenceram os líbios com tais palavras doces como 'garantia de segurança' e 'melhoramento das relações' para desarmar o país e depois destruí-lo pela força", conforme notou o Ministério das Relações Exteriores da Coreia do Norte, acrescentando que os norte-coreanos percebem as intenções dos EUA.

O autor, lembrando o caso da Líbia, …

Daesh tem capacidade de abater aeronaves civis

Os terroristas do Daesh (também conhecido como Estado Islâmico) poderão em breve ser capazes de produzir armas para abater aeronaves civis e militares, segundo a mídia.


Sputnik

Os cientistas e especialistas militares que trabalham em Raqqa, “capital” do Daesh na Síria, teriam encontrado uma maneira de produzir baterias térmicas artesanais para mísseis “terra-ar”.


Militantes do Estado Islâmico lançam um míssil antitanque em Hassakeh, no nordeste da Síria, 26 de junho de 2015
Terroristas do Daesh lançam míssil antitanque © AP Photo/ Militant website via AP

De acordo com o vídeo obtido pelo Sky News britânico, o Daesh pode agora usar milhares de mísseis que foram considerados imprestáveis pelos governos ocidentais devido à idade avançada.

É de notar que as ogivas guiadas pelo calor têm uma precisão de 99%.

Segundo o jornal britânico The Independent, que cita especialistas, vários grupos terroristas tiveram acesso a estas armas há muito, mas a criação da bateria térmica é uma tarefa muito difícil sem conhecimentos científicos especiais.

O vídeo também mostrou experimentos do Daesh com um carro-bomba operado remotamente e "conduzido" por um manequim.

Amplamente considerado como uma grande ameaça à segurança global, o Daesh conseguiu nos últimos três anos ocupar vastos territórios no Iraque e Síria e agora está tentando espalhar-se na Líbia e no resto do Norte de África.

De acordo com várias estimativas, o grupo terrorista agora controla um território de cerca de 90 mil quilômetros quadrados.



Postar um comentário