Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Israel concentra mais forças na fronteira com Faixa de Gaza e está pronto a agir

As Forças de Defesa de Israel (IDF, na sigla em inglês) concentraram mais forças na fronteira com a Faixa de Gaza e estão prontas para usá-las se for necessário, comunica a assessoria da entidade militar.
Sputnik

A decisão foi tomada no decurso da reunião no Estado-Maior e é uma resposta aos combates de ontem (11), que causaram morte de um militar israelense e sete palestinos.


"As IDF aumentaram suas forças no Distrito Sul e estão dispostas, se for preciso, a agir com mais vigor", destaca o comunicado da entidade.

No decurso da operação militar que teve lugar no enclave palestino neste domingo (11) um tenente coronel de uma unidade especial israelense foi morto. Ao mesmo tempo, a parte palestina perdeu sete homens, inclusive um comandante militar. Após os confrontos, os palestinos lançaram 17 mísseis contra o sul de Israel, dois deles foram interceptados pelos sistemas de defesa antiaérea Iron Dome (Cúpula de Ferro).

Foi igualmente informado que, tendo em conta a situação, o prim…

Arábia Saudita declara que forças terrestres estão prontas para invadir a Síria

Um porta-voz militar saudita confirmou que Riad está preparada para se se juntar a quaisquer operações terrestres lideradas pelos EUA para combater o Daesh, também conhecido como Estado Islâmico, na Síria, se tais operações forem aprovadas pela coalizão internacional. 


Sputnik

"O reino está pronto para participar de quaisquer operações terrestres que a coalizão (contra o Daesh) possa decidir realizar na Síria", disse à TV al-Arabiya o brigadeiro-general Ahmed Asseri, que também é o porta-voz da coalizão liderada pela Arábia Saudita no Iêmen.



Questionado sobre a declaração, o porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, John Kirby, disse durante um briefing que a coalizão geralmente acolhe bem as iniciativas de seus parceiros para aumentar o apoio na luta contra o Daesh, mas afirmou que não poderia comentar especificamente os comentários de Asseri.

"Eu gostaria de não comentar especificamente sobre isso até que nós tenhamos a chance de avaliar", disse Kirby.

A coalizão liderada pelos EUA tem realizado ataques aéreos contra o Daesh desde setembro de 2014, mas a campanha tem feito pouco para bloquear a influência do grupo terrorista.

O Presidente Barack Obama tem afirmado repetidamente que não pretende enviar mais tropas terrestres para o Oriente Médio, mas recentemente o secretário de Defesa norte-americano, Ashton Carter, indicou que o Pentágono pode estar reconsiderando essa política.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas