Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Pyongyang: 3 porta-aviões perto da Coreia do Norte são uma ameaça de guerra nuclear

A ONU "fecha os olhos aos exercícios de guerra nuclear dos EUA, que estão empenhados em causar um desastre catastrófico para a humanidade", declarou o embaixador norte-coreano na ONU, Ja Song-nam.
Sputnik

As autoridades norte-coreanas classificaram na segunda (13) o deslocamento sem precedentes de 3 grupos de porta-aviões dos EUA para a zona da península da Coreia como uma "postura de ataque".


O representante norte-coreano permanente na ONU, Ja Song-nam, expressou em uma carta enviada ao secretário-geral da ONU o descontentamento do seu governo com os exercícios militares de Seul, Tóquio e Washington. Estes, segundo o diplomata, estão criando "a pior situação para a península da Coreia e seus arredores".

"Os EUA são os principais responsáveis por escalar as tensões e comprometer a paz", declarou Ja Song-nam.

Além da presença de 3 porta-aviões estadunidenses (Nimitz, Ronald Reagan e Theodore Roosevelt), Washington continua realizando voos de bombarde…

Assad anuncia anistia para desertores do exército sírio

O presidente da Síria, Bashar al-Assad, assinou hoje um decreto que prevê anistia geral para todos os militares que abandonaram as Forças Armadas da Síria até o dia 17 de fevereiro de 2016, informou a agência SANA.


Sputnik


Segundo a imprensa local, a medida tem validade tanto para aqueles que desertaram dentro do país como no exterior. 


Bashar Assad

Desde o início de 2011, a Síria vive um conflito armado que já deixou mais de 250 mil mortos, de acordo com estimativas das Nações Unidas. Apoiadas pela aviação russa, tropas curdas e outros aliados, as forças governamentais lutam ao mesmo tempo contra diversas facções e grupos terroristas, como os famosos Daesh e Frente al-Nusra.

Na última sexta-feira, representantes das principais potências envolvidas na guerra síria, incluindo Rússia e Estados Unidos, chegaram a um acordo para cessar as hostilidades no país dentro de uma semana e facilitar o acesso da população a ajuda humanitária.


Postar um comentário