Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Brasil comemora 20 anos do fim do conflito entre Peru e Equador

O Brasil irá comemorar nesta terça-feira os 20 anos do fim dos conflitos na fronteira entre Peru e Equador, que se prolongaram por quase 170 anos e que causaram várias guerras, tensões e enfrentamentos entre ambos os países.
EFE

Brasília - O Acordo Global e Definitivo de Paz entre Equador e Peru foi assinado em 26 de outubro de 1998 em Brasília, que voltará a ser palco de um encontro entre representantes dessas duas nações, mas agora para reafirmar "o valor e a eficácia da diplomacia e da solução pacífica de controvérsias", diz o comunicado do Ministério das Relações Exteriores.

A cerimônia contará com a participação do equatoriano José Ayala Lasso e do peruano Fernando de Trazegnies Granda, que eram os chanceleres de seus países na ocasião da assinatura e tiveram participação ativa nas negociações, e será presidido pelo ministro das Relações Exteriores Aloysio Nunes.

Segundo a nota oficial, a comemoração "também evidencia, uma vez mais, a capacidade regional de responder e…

Ataques sírios destroem rotas de abastecimento dos terroristas entre Aleppo e Turquia

Algumas rotas de abastecimento do grupo terrorista Frente al-Nusra foram destruídas pelo Exército sírio na província de Aleppo que tem a fronteira com a Turquia.


Sputnik


O Exército sírio e as Forças de Defesa Nacional (FDN) conseguiram cortar algumas principais rotas de abastecimento dos militantes da Frente al-Nusra na cidade de Mayer que fica entre a cidade de Aleppo e a fronteira turca, segundo a mídia. 


Sírios celebram a quebra do cerco da cidade de Zahraa, Aleppo, Síria, 4 de fevereiro de 2016
Sírios celebram a quebra do cerco da cidade de Zahraa © AFP 2016/ Stringer

Para além disso, as tropas sírias capturaram pelo menos três terroristas perto de cidade de Maarasta al-Khan, na província de Aleppo.

Isso aconteceu depois de o Exército ter quebrado o cerco das cidades de Nubel e al-Zuhra, são povoadas principalmente por xiitas. As cidades foram cercadas em 2012, a aviação síria tem prestado munições e ajuda humanitária aos habitantes durante todo o assédio.

Na quinta-feira (4), dezenas de militantes do Daesh foram mortos e ainda mais ficaram feridos depois de as tropas sírias e as FDN terem atacado as fortificações dos terroristas na vila de Jab al-Kol na zona sudeste da cidade de Tal Maksour, em Aleppo.

De acordo com várias fontes, a operação militar nos subúrbios leste de Aleppo ainda não está terminada. A missão que o Exército está realizando é a de libertar a área de militantes.

A Rússia realiza desde 30 de setembro de 2015, a pedido do presidente sírio Bashar Assad, uma campanha militar para ajudar o governo da Síria a combater os avanços de grupos terroristas atuantes no país, incluindo o Daesh e a Frente al-Nusra.

Na quarta-feira (3), o chanceler russo Sergei Lavrov, afirmou que a Rússia lutará na Síria “até o último terrorista” e afirmou que ainda não vê razões para terminar a operação aérea russa.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas