Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Estados Unidos elaboram sistema transportável de luta contra drones

A companhia norte-americana Sierra Nevada elaborou uma instalação compacta para luta contra drones que pode ser instalada em picapes e funcionar eficazmente durante o movimento, informa o portal Defense News.
Sputnik

O novo sistema chamado X-Madis pode detectar, identificar e atingir os alvos com meios de guerra eletrônica mesmo em movimento à velocidade de até 80 km/h. Entretanto, para usar o sistema basta um só operador que o poderá dirigir da cabine do veículo, comunica o portal.

Segundo explicaram na companhia, o X-Madis pode ser instalado em várias plataformas móveis, tais como picapes pesadas, veículos todo-o-terreno leves ou barcos.

Além disso, o sistema já foi testado em vários tipos de veículos militares que estão em serviço do exército norte-americano.

O novo dispositivo foi apresentado na exposição SOFIC 2018 que atualmente está sendo realizada em Tampa, no estado norte-americano da Flórida.

EAU estão prontos a enviar tropas terrestres à Síria

As autoridades dos Emirados Árabes Unidos (EAU) afirmaram no domingo (7) que estão prontas a enviar as suas forças terrestres para a Síria para participar do combate à organização terrorista Estado Islâmico (Daesh).


Sputnik


"A nossa postura é que a campanha atual precisa de forças terrestres", cita a agência Reuters as palavras do chanceler do país, Anwar Qarqash, "Falamos de forças militares que vão liderar o avanço no terreno e daqueles que as vão apoiar".


No entanto, o ministro notou que "não se trata dos milhares de militares" e que o acordo dos EUA é uma condição necessária para as ações por parte dos Emirados Árabes Unidos.

Na quinta-feira (4) o conselheiro do Ministério da Defesa saudita, Ahmed Asseri, disse que a Arábia Saudita expressou a sua vontade de enviar tropas à Síria com a condição de a missão ser coordenada com a coalizão liderada pelos EUA. Mais tarde, o canal televisivo CNN comunicou que Riad e os seus aliados já estão preparando até 150 mil militares para uma possível operação na Síria.


Postar um comentário