Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Por que negociações entre Washington e Pyongyang estão condenadas ao fracasso?

Em vez de proferir mais ameaças, a administração Trump deve mostrar que é um parceiro de negociação confiável, escreve o The National Interest, acrescentando que é importante enviar sinais claros agora.
Sputnik

O presidente norte-americano Donald Trump continua tratando a sua administração como uma brigada de salvamento para a diplomacia internacional, mas os norte-coreanos não são estúpidos e não confiam em promessas, afirma o autor do The National Interest Doug Bandow no seu recente artigo.


"O desmantelamento nuclear da Líbia, em muito forçado pelos EUA no passado, se revelou um modo de agressão por meio da qual os norte-americanos convenceram os líbios com tais palavras doces como 'garantia de segurança' e 'melhoramento das relações' para desarmar o país e depois destruí-lo pela força", conforme notou o Ministério das Relações Exteriores da Coreia do Norte, acrescentando que os norte-coreanos percebem as intenções dos EUA.

O autor, lembrando o caso da Líbia, …

EUA forneceram treinamento e equipamentos militares à Ucrânia no valor de $266 milhões

Os Estados Unidos, ao longo dos últimos dois anos, forneceram à Ucrânia equipamentos militares e treinamento no valor de 266 milhões de dólares. A informação é do embaixador dos EUA na Ucrânia, Geoffrey R. Pyatt.


Sputnik


“Desde 2014 nós fornecemos equipamentos e treinamento para as forças armadas no valor superior a 266 milhões de dólares para ajudar as forças ucranianas a melhorar o controle e a segurança das suas fronteiras, mais eficiente e segura para operar e defender a soberania ea integridade territorial do país", escreveu Pyatt em seu blog no site ‘Verdade Ucraniana’. 


Exposição militar na Ucrânia
© AFP 2016/ GENYA SAVILOV

Anteriormente, a Casa Branca havia informado que o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, assinou o orçamento de defesa aprovado pelo Congresso em 2016. Ele fornece autorização para os gastos com "assistência adequada no domínio dos serviços de segurança e inteligência" da Ucrânia no valor de 300 milhões de dólares, caso a Administração dos EUA considere necessário.

Posteriormente, a embaixada da Ucrânia nos EUA informou que Washington aumentou o valor do orçamento da assistência financeira à Ucrânia, prevendo o fornecimento de 658,1 milhões de dólares em 2016, incluindo a possibilidade de fornecer armas letais de caráter defensivo. No entanto, de acordo com Pyatt, os Estados Unidos não planejam enviar armas letais à Ucrânia.


Postar um comentário