Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Rússia testará novo avião de transporte militar até o final do ano

Il-112V deverá substituir modelos soviéticos An-24 e An-26, considerados obsoletos.
Nikolai Litôvkin | Russia Beyond

A nova aeronave de transporte militar Il-112V completou os testes de fábrica e está sendo preparada para o primeiro voo, que está previsto para o final de 2018.


Caso os testes sejam bem sucedidos, o Il-112V substituirá nas Forças Armadas russas os modelos An-24 e An-26, desenvolvidos no início dos anos 1960.

O Ilyushin Il-112 é um avião de transporte militar leve de asa alta que está sendo desenvolvido pela Ilyushin Aviation Complex para transporte de cargas militares, equipamentos e pessoal.

Sua capacidade de carga máxima "útil" a bordo será de até cinco toneladas.

Os projetistas pretendem desenvolver duas versões do avião: uma com hangares estendidos para o transporte de equipamentos militares, carga e soldados; e outra, civil, para o transporte de passageiros e carga leve.

O Il-112V é um monoplano com configuração aerodinâmica tradicional e dois poderosos motores…

Kremlin comenta declaração de Kadirov, presidente da Chechênia, sobre Síria

Porta-voz do presidente, Dmítri Peskov disse que é preciso se dirigir a órgãos de aplicação das leis para saber se forças especiais tchetchenas foram enviadas ao país em guerra.


Aleksêi Timofeitchev | Gazeta Russa

O porta-voz da presidência russa, Dmítri Peskov, anunciou nesta segunda-feira (8) que a declaração do presidente da república russa da Tchetchênia, Ramzan Kadirov, de que tropas das forças especiais locais teriam sido enviadas à Síria precisa ser verificada com a pasta da Defesa. 


Chechnya's regional leader Ramzan Kadyrov, foreground center, inspects Chechen special forces in Grozny
Líder tchetcheno inspeciona forças especiais locais em Grózni | Foto:AP

"O Ministério da Defesa já explicou diversas vezes quem está na Síria, desde quando e o que essas pessoas fazem por lá", disse Peskov.

Além disso, o porta-voz do Kremlin disse que o assunto trata-se "não de forças especiais tchetchenas, mas federais".

Kadirov afirmou em entrevista ao canal estatal "Rossia 1" no último domingo (7) que forças especiais treinadas em território tchetcheno atuam já há bastante tempo no território sírio, onde lutam contra extremistas do EI (Estado Islâmico).

Segundo ele, as forças especiais colhem informações sobre a estrutura, efetivos e planos dos combatentes, e ajudam a determinar os alvos para ataque das forças aéreas russas.

O líder tchetcheno também afirmou, logo após a declaração russa sobre o início das operações na Síria, que a Tchetchênia estava disposta a enviar tropas terrestres ao país.

Já trabalhamos nisso há mais de um ano, e temos uma preparação militar de primeira. Estamos prontos para partir e temos voluntários, dezenas de milhares de pessoas", disse então.




Postar um comentário

Postagens mais visitadas