Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

No decorrer da operação Ramo de Oliveira será criada zona de segurança na Síria

O primeiro-ministro turco Binali Yildirim anunciou a criação, durante a operação militar turca na província síria de Afrin, de uma faixa de segurança de 30 quilômetros.
Sputnik

O premiê, citado pela emissora Haberturk, adiantou também que a operação seria efetuada em quatro etapas.


"A operação vai decorrer em 4 etapas com o objetivo de criar uma faixa de segurança de 30 quilômetros, que será limpa de terroristas", disse o político, citado pela emissora NTV.

Yildirim adiantou que até agora não há mortos ou feridos entre o contingente turco que realiza a operação.

Mais cedo, o Estado-Maior da Turquia anunciou o início da operação "Ramo de Oliveira" contra os grupos curdos na província síria de Afrin, que começou precisamente às 14h00 locais (12h00 no horário de Brasília). De acordo com a entidade militar, a operação conta com a participação de 72 aviões, enquanto 108 dos 113 alvos planejados já foram eliminados. Há poucos dias, o premiê turco, Binali Yildirim, havia avanç…

Partido de Aldo Rebelo, PCdoB, ‘aparelha’ Ministério da Defesa e irrita militares

Militares se irritam com nomeação de comunistas em chefias


Diário do Poder

Irritou as Forças Armadas a nomeação da ex-deputada Perpétua Almeida (PCdoB) para o cargo de secretária de Produtos do Ministério da Defesa. Eles convivem bem com Aldo Rebelo, também comunista, pelas qualidades pessoais do ministro, mas o “aparelhamento” vem sendo considerado “provocação”. O PCdoB foi o partido da guerrilha do Araguaia, o mais sério conflito armado enfrentado pelo regime militar. 


Para militares, nomeações de comunistas em chefias é aparelhamento. Foto: Alexandre Martins/Câmara

Perpétua Almeida vai ganhar R$ 13,9 mil. O comandante do Exército, general Villas Boas, 50 anos de serviço, recebe R$ 14,2 mil ao mês.

A ex-deputada Perpétua Almeida tem outro “problema” com a caserna: é dela o projeto que exclui militares dos benefícios da Lei da Anistia. O antecessor de Perpétua não sobreviveu à pressão dos militares Murilo Marques Barbosa recebia salário ainda maior: R$ 30,5 mil.


Postar um comentário