Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Estados Unidos elaboram sistema transportável de luta contra drones

A companhia norte-americana Sierra Nevada elaborou uma instalação compacta para luta contra drones que pode ser instalada em picapes e funcionar eficazmente durante o movimento, informa o portal Defense News.
Sputnik

O novo sistema chamado X-Madis pode detectar, identificar e atingir os alvos com meios de guerra eletrônica mesmo em movimento à velocidade de até 80 km/h. Entretanto, para usar o sistema basta um só operador que o poderá dirigir da cabine do veículo, comunica o portal.

Segundo explicaram na companhia, o X-Madis pode ser instalado em várias plataformas móveis, tais como picapes pesadas, veículos todo-o-terreno leves ou barcos.

Além disso, o sistema já foi testado em vários tipos de veículos militares que estão em serviço do exército norte-americano.

O novo dispositivo foi apresentado na exposição SOFIC 2018 que atualmente está sendo realizada em Tampa, no estado norte-americano da Flórida.

Rússia envia mais de 600 toneladas de ajuda humanitária para Síria

A Rússia enviou à Síria e aos países fronteiriços mais de 600 toneladas de ajuda humanitária. A informação é do embaixador russo no Reino Unido, Alexander Yakovenko.


Sputnik
 

“Foram enviadas mais de 600 toneladas de ajuda humanitária para a população síria na Síria e outros países vizinhos”, disse o diplomata que lidera a delegação russa na conferência de doadores para a Síria, que está sendo realizada em Londres. 

Pessoas descarregando avião russo EMERCOM com ajuda humanitária que chegou ao aeroporto de Latakis na Síria
Descarregamento de avião russo EMERCON em Latakia © Sputnik/ Andrey Stenin

O embaixador russo disse que, em setembro 2015, foram fornecidas à Síria 100 toneladas de trigo. Ele também revelou que não só as agências governamentais que estão envolvidas na campanha para ajudar os sírios.

Yakovenko observou que a Rússia vai continuar a enviar ajuda humanitária para a Síria, tanto por meio de organizações internacionais, como através das agências da ONU e da Cruz Vermelha, com base em acordos bilaterais.


Postar um comentário