Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Turquia não considera Patriot como alternativa ao S-400, diz parlamentar turco

Washington está negociando com Ancara quanto à possibilidade de fornecimento dos sistemas de defesa antiaérea norte-americanos Patriot no lugar dos S-400 russos, escreveu a revista turca Sabah, citando a assessora do Secretário de Estado dos EUA em questões políticas, Tina Kaidanow.
Sputnik

Kaidanow relevou que o Departamento do Estado está negociando com a Turquia para "tentar dar a entender aos turcos o que se pode fazer em relação aos Patriot".

"Estamos preocupados que a compra dos sistemas russos de defesa antiaérea seja uma espécie de apoio para a Rússia que, pelo que vimos, não se comporta bem em várias partes do mundo, inclusive na Europa", afirmou a assessora, citada pela edição turca.

Um representante do Ministério das Relações Exteriores turco, que pediu anonimato, comentou à Sputnik Turquia sobre a situação quanto às compras dos S-400 por Ancara, bem como quanto ao diálogo com os EUA.
"A nossa postura em relação aos S-400 foi reiterada por diversas vezes…

Kalashnikov terá produção licenciada de AK-100 na Índia

Modelos da série AK-100 para testes de pré-produção já foram entregues ao país. Expectativa inicial é produzir 50 mil itens por ano, diz executivo da empresa.


Pável Rítsar | Gazeta Russa

A Rosoboronexport, estatal russa responsável pelas vendas de equipamento militar ao exterior, planeja estabelecer na Índia uma produção licenciada de rifles de assalto da série AK-100, da Kalashnikov. Isso acontecerá após o término dos testes de pré-produção no país, disse o vice-diretor-geral da Rosoboronexport, Serguêi Bereslavski. 


Produção na Índia será iniciada após testes com modelos entregues ao país Foto:Tass

“A Rosoboronexport está trabalhando para organizar a produção sob licença da série AK-100 aqui”, disse Breslavski, em entrevista nos corredores da mostra de armamentos Defexpo India-2016, nesta terça-feira (29).

“Os modelos de produção já foram entregues e vamos lançar a produção licenciada após os testes de pré-produção”, acrescentou o empresário.

O chefe-executivo da fabricante Kalashnikov, Aleksêi Krivorutchko, já havia adiantado em 2015 que a empresa estaria em negociações avançadas com parceiros indianos para a fabricação de armas no país asiático.

“Estamos pensando na produção inicial de, pelo menos, 50 mil itens por ano, com um potencial aumento de escala”, disse Krivorutchko.

A exposição internacional Defexpo India 2016 acontece até quinta-feira (31) em Quitol, no estado de Goa. Durante a mostra, a Rosoboronexport vem mantendo negociações para promover a modernização das Forças Armadas indianas, incluindo a aquisição de sistemas de defesa antiaérea russos S-400.


Postar um comentário

Postagens mais visitadas