Pular para o conteúdo principal

Postagem em destaque

Turquia adverte exército sírio contra entrada em Manbij

O comunicado foi divulgado poucos dias depois de pelo menos quatro soldados americanos terem sido mortos em um atentado suicida na cidade de Manbij, no norte da Síria, cuja responsabilidade foi assumida pelo Daesh (grupo terrorista proibido em Rússia e em vários outros países).
Sputnik

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores turco, Hami Aksoy, alertou as Forças Armadas do governo sírio para que não tentassem entrar na cidade de Manbij, localizada no norte da Síria.


"Às Unidades de Proteção Popular curdas na Síria (YPG) não deveria ser permitido deixar que as forças do regime [do presidente sírio Bashar Assad] entrem em Manbij", disse Aksoy em uma entrevista coletiva na sexta-feira (18). Ele também destacou que "a retirada das tropas norte-americanas da Síria não deveria ajudar os terroristas das YPG e do Partido de União Democrática curdo (PYD)".

As declarações foram feitas depois que nesta quarta-feira (16) na cidade síria de Manbij ocorreu uma explosão em u…

Bombardeios mútuos ocorrem na zona de Nagorno-Karabakh

Este domingo de manhã (3), as Forças Armadas do Azerbaijão e as da auto-proclamada República do Nagorno-Karabakh (NKR) se envolveram em um combate de artilharia, relata um correspondente da Sputnik.


Sputnik

O tiroteio ocorre na área em torno da cidade de Martakert de Karabakh, a cerca de 2,5 quilômetros da linha de contato Karabakh-Azerbaijão. 


Casas destruídas na cidade de Shusha na autoproclamada República Nagorno-Karabakh
Casas destruídas na cidade de Shusha, na República de Nagorno-Karabakh © Sputnik/ Iliya Pitalev

“Estão sendo disparados obuses do lado do Azerbaijão, segundo fontes militares da NKR. Pelo menos, cinco obuses explodiram por volta das 14:00 da tarde, horário local (10:00 GMT).

O fogo foi aberto não obstante a declaração da parte azeri sobre a suspensão das ações militares. Mais tarde, o ministro da Defesa da Armênia chamou a afirmação de ‘armadilha de informação, que não significa a suspensão do fogo unilateral”.

No sábado, 25 obuses foram disparados contra a cidade, de acordo com o chefe da administração local, Vladik Khachatryan. Não há vítimas civis já que a população da cidade está atualmente em abrigos antiaéreos, acrescentou Khachatryan.

Nagorno-Karabakh é uma região disputada no Sul do Cáucaso, que formalmente faz parte do Azerbaijão, mas populado principalmente por armênios. Na prática, o território é uma província com administração própria, mas sem reconhecimento da comunidade internacional.

O conflito em Nagorno-Karabakh começou em 1988, quando a região autônoma buscou separação da República Socialista Soviética do Azerbaijão antes de proclamar independência, após o colapso da União Soviética em 1991.



Postar um comentário

NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Postagens mais visitadas